Busca avançada
Ano de início
Entree

Síntese de nanopartículas de rutênio suportadas usando diferentes precursores

Processo: 11/14161-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de setembro de 2011
Vigência (Término): 31 de agosto de 2012
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Inorgânica
Pesquisador responsável:Liane Marcia Rossi
Beneficiário:Thalita Suzuki Nogueira
Instituição-sede: Instituto de Química (IQ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Nanopartículas   Catalisadores   Materiais nanoestruturados   Rutênio

Resumo

Este projeto tem como objetivo investigar sistemas catalíticos baseados na estabilização de nanoclusters metálicos de rutênio em suportes sólidos, buscando otimizar a estabilização frente à aglomeração, facilitar a separação do produto e aumentar da vida útil do catalisador através de reutilizações sucessivas. Serão estudados diferentes precursores para selecionar os mais adequados à preparação de nanopartículas de rutênio cataliticamente ativas. Como estratégia para aumentar a dispersão do metal, usaremos suportes sólidos funcionalizados com grupos amina ou imidazólio, e, em casos de sucesso, para tornar fácil a separação dos catalisadores do meio reacional serão empregados materiais que apresentem propriedades magnéticas. Suportes magnéticos podem ser preparados a partir de materiais ferromagnéticos, que em dimensões nanométricas deixam de atuar como magnetos permanentes passando a apresentar como propriedade o superparamagnetismo, que confere a esses materiais grande facilidade de isolamento e separação de meios multifásicos complexos pelo simples uso de um ímã permanente, e sua fácil re-dispersão depois de cessada a aplicação do campo. Assim, nanomateriais com tais características são excelentes suportes para a imobilização de catalisadores para serem facilmente separados do meio reacional e reutilizados. Resultados obtidos em nosso grupo de pesquisa evidenciam a formação de nanopartículas de Pd, Rh, Pt, Au, etc. na superfície de sólidos magnéticos e o excelente desempenho como catalisadores recuperáveis e reutilizáveis. Resultados preliminares com nanopartículas de Ru preparadas a partir de RuCl3 inspiraram esse projeto.