Busca avançada
Ano de início
Entree

Valor preditivo de variáveis cognitivas para diagnóstico dos distúrbios respiratórios do sono em escolares

Processo: 11/14570-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de outubro de 2011
Vigência (Término): 30 de junho de 2012
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina
Pesquisador responsável:Luciane Bizari Coin de Carvalho
Beneficiário:Thais Silveira Tagliassachi Gouvea
Instituição-sede: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Crianças   Cognição

Resumo

1. IntroduçãoA síndrome da apnéia obstrutiva do sono em crianças está associada a uma série de sinais e sintomas diurnos e noturnos. Existe uma alta prevalência de comportamento anormal, dificuldades emocionais e neurocognitivas em crianças com apnéia obstrutiva do sono e que melhoram após o tratamento O rendimento escolar deficiente está também relacionado com os Distúrbios Respiratórios do Sono (DRS), principalmente as funções executivas como: memória de trabalho, atenção e flexibilidade mental.Crianças que não são tratados da Apnéia Obstrutiva do Sono (AOS) podem apresentar muitas consequências como: cor pulmonale, com falha no crescimento e prejuízos neurológicos permanentes.Estudos associam vários distúrbios do sono em crianças com o déficit de atenção e desordem de hiperatividade, sendo o ronco habitual o mais fortemente associado. Estas observações suportam a hipótese de que os distúrbios respiratórios do sono não tratados na infância contribuem para o desenvolvimento do déficit de atenção e desordem de hiperatividade na idade adulta.Goodwin (2005), em estudo coorte prospectivo verificou que SAOS está associada aos sintomas: ronco, sonolência excessiva diurna, problemas de aprendizagem, gênero masculino e conclui que a polissonografia não é necessária, para verificação da presença da SAOS quando existe a associação destes sintomas.O Objetivo é verificar se há associação positiva entre distúrbios respiratórios do sono, déficit cognitivo e desempenho escolar.2. Método2.1. AmostraFoi utilizada a proposta de Demidenko para calcular o tamanho da amostra, e resultado obtido foi de 1045 (um mil e quarenta e cinco) participantes.2.2. Estratégia de busca dos participantesA secretária de Educação do município de Osasco, em consulta prévia, mostrou-se favorável à participação dos alunos da rede pública municipal neste estudo, desde que os diretores das escolas e os pais também estejam de acordo à participação.2.3. AvaliaçõesAs avaliações serão realizadas nas escolas por alunos de graduação em psicologia, em iniciação científica, previamente treinados e orientados, de acordo com o cronograma.A análise e a interpretação das avaliações serão feitas pelos alunos sob supervisão do psicólogo pesquisador.3. Resultados previstos: Deseja-se comprovar se: 1. Existe associação positiva entre distúrbios respiratórios do sono e déficit cognitivo. 2. Existe associação entre os distúrbios respiratórios do sono e desempenho escolar.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.