Busca avançada
Ano de início
Entree

Organização do conhecimento no contexto das fazendas históricas do estado de São Paulo: indicações gerais para construção de linguagens de representação da informação

Processo: 11/17554-3
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de novembro de 2011
Vigência (Término): 31 de outubro de 2012
Área do conhecimento:Ciências Sociais Aplicadas - Ciência da Informação - Biblioteconomia
Pesquisador responsável:Luciana de Souza Gracioso
Beneficiário:Mayara Cristina Bernardino
Instituição Sede: Centro de Educação e Ciências Humanas (CECH). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):História do Brasil   Organização do conhecimento   Recuperação da informação   Pesquisa bibliográfica   Pesquisa qualitativa   Análise de conteúdo
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:História do Brasil | organização do conhecimento | Patrimonio Cultural Rural Paulista | recuperação da informação | Representação temática da informação | Estudos da Linguagem em Ciência da informação

Resumo

Os espaços das fazendas históricas brasileiras se constituem como grande campo de pesquisa no contexto patrimonial, dentre outros. Neste ambiente, é que se tem o objetivo principal de delimitar encaminhamentos metodológicos para construção de uma linguagem de representação do patrimônio material e imaterial das fazendas históricas de café da região do interior do Estado de São Paulo, com o propósito de servir como conteúdo de apoio ao cadastro de itens no sistema Memória Virtual Rural (MVR) a partir do Padrão de Descrição da Informação (PDI) Tanto o MVR como o PDI estão sendo desenvolvidos no âmbito do projeto Fapesp em andamento, coordenado pelo Dr. Marcos Tognon- UNICAMP. Os conceitos utilizados como ponto de partida para a construção da linguagem serão os sugeridos por especialistas (pesquisadores participantes do projeto geral), que servirão como garantia para delimitação de categorizações. A obra de Corti (1992) será analisada como sendo um dos poucos referenciais relacionados ao tema de representação temática de bens patriminoniais. Além dela serão também verificadas as normas internacionais de Organização e Recuperação da informação em Ciência da informação, especialmente a ANSI/NISO Z39.19-2005, no item relacionado a construção de taxonomias. Cabe a ressalva de que não se objetiva desenvolver um instrumento de linguagem finalizado e sim delimitar encaminhamentos possíveis (ou não) para o domínio das fazendas, apresentando estruturas iniciais que possam servir a uma construção mais complexa e completa de um vocabulário representativo para este ambiente. Metodologicamente procurar-se-á desenvolver pesquisa bibliográfica e documental; pesquisa participativa e pesquisa-ação (THIOLLENT, 2008), pesquisa qualitativa com a elaboração de mapas conceituais pelos pesquisadores envolvidos no projeto (LIMA, 2004). A análise de conteúdo será praticada em diferentes estágios da pesquisa. Como resultado, almeja-se sugerir encaminhamentos possíveis para delimitação de uma linguagem representativa relacionada ao patrimônio material e imaterial das fazendas de café do estado de São Paulo que sirva de apoio para as atividades de registro deste patrimônio em campo específico do PDI previsto no MVR.(AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)