Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudos biomonitorados dè Spondia dulcis (Anacardiaceae), Annona montana e Rollinia mucosa (Annonaceae) sôbre Atta Sexdens rubropilosa, Leucoagaricus gongylophorus e Sitophilus zeamais e desenvolvimento dè processos dè nanoencapsulação

Processo: 10/18832-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de novembro de 2011
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2016
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Orgânica
Pesquisador responsável:João Batista Fernandes
Beneficiário:Keylla Utherdyany Bicalho
Instituição-sede: Centro de Ciências Exatas e de Tecnologia (CCET). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:06/58043-3 - Controle de formigas cortadeiras, estudos integrados, AP.TEM
Bolsa(s) vinculada(s):13/13819-8 - Síntese de acetogeninas e análogos na busca por compostos com atividade inseticida contra o gorgulho do milho e formigas cortadeiras, BE.EP.DR
Assunto(s):Produtos naturais   Annonaceae   Anacardiaceae   Formigas cortadeiras

Resumo

O setor agropecuário é o grande impulsionador da economia brasileia, sendo responsável por grande parte do PIB nacional e o Brasil conta com grande potencial para crescimento de sua produção agrícola. No entanto, a ocorrência de diversas pragas no campo e no armazenamento compromete a produção em diversas culturas. Para se ter um maior ganho de produtividade é necessário desenvolver técnicas de controle de pragas como as formigas cortadeiras e o gorgulho do milho que vêm causando sérios prejuízos à produção nacional. Nesse contexto surge a necessidade de se buscar compostos com propriedades inseticidas que contribuam para o desenvolvimento dos inseticidas comerciais a serem aplicados no campo. Uma vertente que vem crescendo significativamente baseia-se na busca de compostos com essas propriedades na natureza. Nessa perspectiva, o presente trabalho propõe o estudo fitoquímico de plantas das famílias Anacardiaceae (Spondia dulcis) e Annonaceae (Annona montana e Rollinia mucosa) associado ao controle das formigas cortadeiras e do gorgulho do milho, uma vez que há muitos relatos em literatura sobre a atividade inseticida de plantas dessas famílias. Além disso, este projeto propõe o desenvolvimento de processos de nanoencapsulação que melhorem a eficácia residual dos inseticidas e promovam a estabilidade dos princípios ativos contra a degradação no meio ambiente, aumentando assim, o efeito inseticida dessas substâncias.

Publicações científicas (4)
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DOS SANTOS, JR., FERNANDO M.; BICALHO, KEYLLA U.; CALISTO, ITALO H.; SCATENA, GABRIEL S.; FERNANDES, JOAO B.; CASS, QUEZIA B.; BATISTA, JR., JOAO M. Scope of the 2(5H)-furanone helicity rule: a combined ECD, VCD, and DFT investigation. ORGANIC & BIOMOLECULAR CHEMISTRY, v. 16, n. 24, p. 4509-4516, JUN 28 2018. Citações Web of Science: 6.
LEANDRO DO PADRO RIBEIRO; THIAGO FELIPE ANSANTE; JOSÉ DJAIR VENDRAMIM. Efeito do extrato etanólico de sementes de Annona mucosa no desenvolvimento e comportamento alimentar de Spodoptera frugiperda. Bragantia, n. ahead, p. 0-0, 2016.
LEANDRO DO PADRO RIBEIRO; THIAGO FELIPE ANSANTE; JOSÉ DJAIR VENDRAMIM. Efeito do extrato etanólico de sementes de Annona mucosa no desenvolvimento e comportamento alimentar de Spodoptera frugiperda. Bragantia, v. 75, n. 3, p. 322-330, Set. 2016.
ANSANTE, THIAGO FELIPE; RIBEIRO, LEANDRO DO PRADO; BICALHO, KEYLLA UTHERDYANY; FERNANDES, JOAO BATISTA; DAS GRACAS FERNANDES DA SILVA, MARIA FATIMA; VIEIRA, PAULO CEZAR; VENDRAMIM, JOSE DJAIR. Secondary metabolites from Neotropical Annonaceae: Screening, bioguided fractionation, and toxicity to Spodoptera frugiperda (JE Smith) (Lepidoptera: Noctuidae). INDUSTRIAL CROPS AND PRODUCTS, v. 74, p. 969-976, NOV 15 2015. Citações Web of Science: 14.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.