Busca avançada
Ano de início
Entree

Fatores que influenciam a não cicatrização de úlceras crônicas de membros inferiores de etiologia venosa

Processo: 11/14411-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de novembro de 2011
Vigência (Término): 31 de outubro de 2012
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Luciana Patrícia Fernandes Abbade
Beneficiário:Marilia Formentini Scotton Jorge
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FMB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Dermatologia   Fatores de risco   Extremidade inferior   Úlcera da perna   Cicatrização   Úlcera varicosa

Resumo

Introdução: Úlceras crônicas de membros inferiores são aquelas localizadas abaixo do joelho que não cicatrizam por um período de seis semanas. Aproximadamente 75% desse tipo de úlcera é de etiologia venosa. As úlceras venosas crônicas constituem um problema de saúde pública devido a seu grande impacto sócio-econômico no Brasil e no mundo. O tratamento desta entidade é complexo e seu elemento chave constitui a terapia compressiva. Apesar dos avanços terapêuticos, o insucesso da terapia instaurada ainda é importante. O conhecimento de fatores associados a não cicatrização de úlceras venosas crônicas é essencial para elaboração de estratégias terapêuticas mais efetivas. Objetivos: Identificar fatores relacionados a não cicatrização de úlceras venosas crônicas de membros inferiores, correlacionando a não cicatrização a fatores sociodemográficos, clínicos e terapêuticos. Métodos: Estudo de coorte retrospectiva no qual serão selecionados pacientes atendidos no ambulatório de Úlceras da Disciplina de Dermatologia da Faculdade de Medicina de Botucatu - UNESP no período de 2000 a 2009, com úlceras venosas crônicas de membros inferiores. Será estudada a evolução de tais paciente por um período de um ano desde sua primeira consulta no serviço, estudando as variáveis sociodemográficas, clínicas e terapêuticas que se pretende correlacionar com a não cicatrização das úlceras.