Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da estabilidade do extrato de Baccharis dracunculifolia (Asteraceae) na atividade antioxidante e na ação modulatória desta planta sobre o metabolismo oxidativo de neutrófilo

Processo: 11/17110-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de novembro de 2011
Vigência (Término): 31 de maio de 2013
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Farmácia - Farmacognosia
Pesquisador responsável:Yara Maria Lucisano Valim
Beneficiário:Marcia Akemi Okuro
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Baccharis dracunculifolia   Antioxidantes   Neutrófilos

Resumo

Os neutrófilos ou polimorfonucleares (PMNs) são células fagocíticas com funções bactericida e fungicida altamente potentes. Estas células são capazes de matar os microorganismos através de mecanismos independentes de oxigênio (com desgranulação e liberação de moléculas antimicrobianas), e dependentes de oxigênio (com a produção de espécies reativas de oxigênio). Contudo, em situações de intensa ativação celular, a grande liberação de moléculas citotóxicas pode gerar efeitos deletérios nos tecidos. Diante disto, existe uma busca contínua de novos fármacos com atividade antiinflamatória e antioxidante. Estudos prévios realizados em nosso laboratório demonstraram que o extrato de Baccharis dracunculifolia possui significante atividade antioxidante sobre os PMNs ativados. Porém, a influência da sazonalidade sobre a constituição química de Baccharis dracunculifolia pode alterar a amplitude de efeitos biológicos desempenhados por seus extratos e frações, o que representa um fator que dificulta a padronização dos efeitos da planta. Além disso, é muito importante avaliar a estabilidade destes extratos com o passar do tempo, nas atividades desempenhadas sobre os neutrófilos. Desta forma, este projeto pretende comparar os efeitos dos extratos secos obtidos em diferentes períodos sobre o metabolismo oxidativo de neutrófilos humanos estimulados, realizados através de ensaios de quimiolumescência dependente de luminol (QLlum) e de lucigenina (QLluc). Além disso, será avaliado o efeito dos extratos sobre a atividade da enzima mieloperoxidase, a qual se destaca como uma enzima chave na produção de espécies reativas de oxigênio (EROs).