Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da migração celular e expressão de quimiocinas na progressão da doença periodontal em ratos obesos e normais

Processo: 11/18116-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de novembro de 2011
Vigência (Término): 31 de outubro de 2012
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Imunologia - Imunologia Celular
Pesquisador responsável:Dagmar Ruth Stach - Machado
Beneficiário:Marco Oreste Finocchio Pagliusi Junior
Instituição-sede: Instituto de Biologia (IB). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Movimento celular   Doenças periodontais   Obesidade   Inflamação   Quimiocinas

Resumo

A doença periodontal caracteriza um grupo de lesões nos tecidos que rodeiam e suportam os dentes em seus alvéolos, podendo resultar na perda dentária. O principal agente etiológico da doença periodontal é a placa bacteriana, mas é a resposta do hospedeiro que determina a susceptibilidade à doença. Embora a resposta do hospedeiro tenha por objetivo ser protetora, ela inicia uma cascata de eventos que podem gerar desequilíbrio de substâncias liberadas, o que caracteriza o aspecto patológico de degradação da matriz extracelular e reabsorção óssea dos tecidos periodontais.A síndrome metabólica está associada à resistência à ação da insulina e descreve um conjunto de anormalidades metabólicas, as quais frequentemente estão presentes no individuo obeso e são preditoras de diabetes e de doenças cardiovasculares. Considerando que, obesos têm maior susceptibilidade à doença periodontal e esta é mais severa, com aceleramento na reabsorção do osso alveolar, é objetivo deste projeto estudar a influência da obesidade mimetizada pela ingestão lipídica na doença periodontal experimentalmente induzida em ratos por ligadura analisando a expressão das qumiocinas CXCL1 (IL-8), CCL5 (RANTES), CCL3(MIP1-±), e dos receptores de quimiocinas CCR1, CCR5, CXCR1 e CXCR3, além das moléculas de adesão ICAM, VCAM-1, ELAM-1 e PECAM-1 em animais normais e obesos durante a progressão da doença periodontal.