Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos do destreinamento na função cardiovascular e autonômica de ratos infartados: impacto na mortalidade

Processo: 11/18223-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de novembro de 2011
Vigência (Término): 31 de outubro de 2012
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Educação Física
Pesquisador responsável:Bruno Rodrigues
Beneficiário:Leandro Yanase Rocha
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Biológicas e da Saúde. Universidade São Judas Tadeu (USJT). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Infarto do miocárdio   Fisiologia do esforço   Função ventricular   Treinamento físico   Mortalidade

Resumo

Os diferentes graus de alterações na função ventricular, bem como os desarranjos neuro-humorais estão associados a altas taxas de mortalidade em pacientes pós-infarto do miocárdio (IM). Os benefícios cardiovasculares, metabólicos e autonômicos após o treinamento físico (TF) agudo e crônico têm levado muitos investigadores a sugerirem esta ferramenta como uma conduta não-farmacológica importante no tratamento da doença arterial coronariana e do IM. No entanto, os efeitos da cessação do TF nos aspectos hemodinâmicos, na modulação autonômica e sensibilidade barorreflexa, bem como na mortalidade, permanecem pouco estudados. Serão utilizados ratos Wistar machos (230 - 260g) provenientes do biotério da Universidade São Judas Tadeu. Os animais serão submetidos à cirurgia de IM e será realizada uma avaliação ecocardiográfica para verificação da área de IM. Posteriormente, serão submetidos a um protocolo de TF aeróbico em esteira rolante, com velocidade e carga progressivas, durante 90 dias (5 dias por semana) e intensidade de 50 a 70% da velocidade máxima no teste de esforço inicial. Após o período de TF, os animais serão reavaliados pelo ecocardiograma e terão artérias e veias cateterizadas para avaliação hemodinâmica, da modulação autonômica e da sensibilidade barorreflexa. Já os animais que serão destreinados, serão submetidos a essas avaliações após 30 dias de cessação do TF. A mortalidade será acompanhada a partir da recuperação do IM. Os resultados serão analisados utilizando análise de variância de um caminho (ANOVA) e também para medidas repetidas seguidas de post-hoc de Student-Newman-Keuls, com nível de significância de P<0.05.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
BARBOZA, CATARINA ANDRADE; ROCHA, LEANDRO YANASE; MOSTARDA, CRISTIANO TEIXEIRA; FIGUEROA, DIEGO; CAPERUTO, ERICO CHAGAS; DE ANGELIS, KATIA; IRIGOYEN, MARIA CLAUDIA; RODRIGUES, BRUNO. Ventricular and autonomic benefits of exercise training persist after detraining in infarcted rats. EUROPEAN JOURNAL OF APPLIED PHYSIOLOGY, v. 113, n. 5, p. 1137-1146, MAY 2013. Citações Web of Science: 15.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.