Busca avançada
Ano de início
Entree

Biodiversidade e relações filogenéticas em Characidae (Ostariophysi: Characiformes)

Processo: 11/17746-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de novembro de 2011
Vigência (Término): 31 de outubro de 2013
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Animal
Pesquisador responsável:Claudio de Oliveira
Beneficiário:Gleisy Semencio Avelino
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IBB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:10/17009-2 - Biodiversidade e relações filogenéticas dos gêneros Astyanax, Hemigrammus, Hyphessobrycon e Moenkhausia (Characiformes: Characidae), AP.BTA.TEM
Assunto(s):Evolução animal   Filogenia   Sistemática   Genética molecular   Peixes   Biodiversidade

Resumo

Characidae, a maior família de peixes de água doce Neotropical, ainda é a que apresenta os maiores problemas taxonômicos e sistemáticos entre os peixes desta região. Esforços no sentido de ampliar nosso conhecimento sobre este grupo vêm sendo feitos há muitos anos, porém, apenas em 2009 foi publicada a primeira filogenia com dados morfológicos para o grupo e em 2010 a primeira filogenia com dados moleculares. Recentemente nosso grupo de pesquisas concluiu uma filogenia de cunho amplo para Characidae com sequências de cinco genes de 213 espécies (4700 pares de bases), sendo o grupo externo formado por duas espécies de Cypriniformes e o grupo interno composto de 211 amostras representando todas as 18 famílias reconhecidas de Characiformes (165 dos cerca de 270 gêneros), todas as 14 subfamílias reconhecidas de Characidae (55 gêneros e 68 espécies) e 68 espécies representando 56 gêneros considerados incertae sedis em Characidae. Por razões operacionais, neste estudo a amostragem foi concentrada em gêneros. Porém, como muitos dos gêneros de Characidae não são monotípicos, e muitos são provavelmente polifiléticos, o presente projeto terá como objetivo ampliar a amostragem nos gêneros politípicos e buscar amostrar mais gêneros monotípicos, com o objetivo principal de melhor resolver a filogenia de Characidae. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MELO, BRUNO F.; BENINE, RICARDO C.; SILVA, GABRIEL S. C.; AVELINO, GLEISY S.; OLIVEIRA, CLAUDIO. Molecular phylogeny of the Neotropical fish genus Tetragonopterus (Teleostei: Characiformes: Characidae). Molecular Phylogenetics and Evolution, v. 94, n. B, p. 709-717, JAN 2016. Citações Web of Science: 5.
ABE, KELLY T.; MARIGUELA, TATIANE C.; AVELINO, GLEISY S.; CASTRO, RICARDO M. C.; OLIVEIRA, CLAUDIO. Multilocus molecular phylogeny of Gasteropelecidae (Ostariophysi: Characiformes) reveals the existence of an unsuspected diversity. Molecular Phylogenetics and Evolution, v. 69, n. 3, p. 1209-1214, DEC 2013. Citações Web of Science: 8.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.