Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da perfusão cerebral em doenças cerebrovasculares através da técnica de arterial spin labeling

Processo: 11/15874-0
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de novembro de 2011
Vigência (Término): 31 de outubro de 2013
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Radiologia Médica
Pesquisador responsável:João Pereira Leite
Beneficiário:Renata Ferranti Leoni
Instituição Sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Acidente vascular cerebral   Transtornos cerebrovasculares   Ressonância magnética
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Acidente Vascular Cerebral | Arterial Spin Labeling | doença cerebrovascular | Estenose Carotídea | Fluxo Sanguineo Cerebral | Ressonância Magnética | Ressonância Magnética

Resumo

A circulação sangüínea cerebral apresenta características peculiares. Dentre elas, destaca-se a vasorreatividade cerebral, responsável por manter o fluxo sangüíneo constante a despeito da variação da pressão arterial ou por mudá-lo quando em resposta às necessidades funcionais, permitindo um delicado controle da relação entre atividade funcional, metabolismo e fluxo sangüíneo no tecido nervoso. Pacientes com doenças cerebrovasculares, como estenose carotídea, apresentam um déficit de vasorreatividade cerebral que pode levar a eventos isquêmicos cerebrais. Assim, por ter grande relevância na prática clínica diária, pretendemos avaliar a vasorreatividade e a reserva vascular cerebral em pacientes com estenose carotídea severa, e correlacionar os resultados com a existência de padrões colaterais a serem avaliados por angioressonância e Doppler Transcraniano. Para isso, utilizaremos a técnica de marcação dos spins arteriais (ASL, arterial spin labeling) para determinar quantitativamente o fluxo sangüíneo cerebral basal e suas alterações após estímulo vasodilatador por inalação de CO2. Além disso, a ASL será utilizada no mapeamento dos territórios perfusionais das principais artérias cerebrais, sendo útil na avaliação do fluxo colateral. Desta forma, o presente projeto almeja implementar a técnica de ASL no serviço de ressonância magnética do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, e utilizá-la para a quantificação do fluxo sangüíneo cerebral basal, da reatividade cerebrovascular à hipercapnia, e do fluxo colateral através dos mapas dos territórios vasculares, em pacientes com estenose carotídea severa.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
LEONI, R. F.; OLIVEIRA, I. A. F.; PONTES-NETO, O. M.; SANTOS, A. C.; LEITE, J. P.. Cerebral blood flow and vasoreactivity in aging: an arterial spin labeling study. Brazilian Journal of Medical and Biological Research, v. 50, n. 4, . (11/15874-0)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.