Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise da influência de fatores ecológicos e evolutivos na diversificação morfológica das serpentes sul americanas da subfamília Xenodontinae (serpentes, Dipsadidae)

Processo: 11/17070-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2011
Vigência (Término): 02 de março de 2016
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Zoologia - Morfologia dos Grupos Recentes
Pesquisador responsável:Eleonore Zulnara Freire Setz
Beneficiário:Julia Klaczko
Instituição-sede: Instituto de Biologia (IB). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Serpentes   Morfometria geométrica   Herpetologia

Resumo

A compreensão da origem e manutenção da biodiversidade é um dos pontos centrais para ecologia e biologia evolutiva. O processo de diversificação ocorre simultaneamente em três dimensões: genealógica, fenotípica e ecológica. A investigação da variação em cada uma destas dimensões, aliada ao estudo da natureza das associações entre as três dimensões auxilia na compreensão de como e quais processos geram a diversidade biológica. Com o objetivo de estudar a natureza destas interações, bem como os processos que geram os padrões morfológicos, estudaremos as serpentes da subfamília Xenodontinae (Serpentes, Dipsadidae). Os xenodontíneos são serpentes sul americanas derivadas, com cerca de 40 gêneros, filogeneticamente definidos. Apresentam ampla diversidade morfológica e grande amplitude de atributos ecológicos (variação em habitat e amplo espectro alimentar). Estas características fazem dos xenodontíneos um ótimo sistema para estudar os mecanismos que promovem a diversificação das linhagens e os processos de convergência. Para tanto, pretende-se analisar e descrever a forma dos crânios, utilizando a morfometria geométrica; verificar a associação entre os padrões morfológicos descritos, a filogenia molecular do grupo e os diferentes aspectos da ecologia; e finalmente testar quais os processos evolutivos, deriva ou seleção, são os responsáveis pelos padrões observados.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
KLACZKO, JULIA; SHERRATT, EMMA; SETZ, ELEONORE Z. F. Are Diet Preferences Associated to Skulls Shape Diversification in Xenodontine Snakes?. PLoS One, v. 11, n. 2 FEB 17 2016. Citações Web of Science: 16.
KLACZKO, JULIA; MONTINGELLI, GIOVANNA G.; ZAHER, HUSSAM. A combined morphological and molecular phylogeny of the genus ChironiusFitzinger, 1826 (Serpentes: Colubridae). Zoological Journal of the Linnean Society, v. 171, n. 3, p. 656-667, JUL 2014. Citações Web of Science: 7.
IVAN PEREZ, S.; KLACZKO, JULIA; DOS REIS, SERGIO F. Species tree estimation for a deep phylogenetic divergence in the New World monkeys (Primates: Platyrrhini). Molecular Phylogenetics and Evolution, v. 65, n. 2, p. 621-630, NOV 2012. Citações Web of Science: 21.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.