Busca avançada
Ano de início
Entree

Papel do porta-enxerto na tolerância à seca: sinalização, relações hídricas, fotossíntese e crescimento

Processo: 11/16263-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de novembro de 2011
Vigência (Término): 31 de outubro de 2014
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Botânica - Fisiologia Vegetal
Pesquisador responsável:Rafael Vasconcelos Ribeiro
Beneficiário:Erick Espinoza Nuñez
Instituição-sede: Instituto Agronômico (IAC). Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA). Secretaria de Agricultura e Abastecimento (São Paulo - Estado). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Citrus   Escassez de água   Ácido abscísico   Aquaporinas

Resumo

As mudanças climáticas da terra provocarão secas em muitas regiões, diminuindo a produtividade das plantas e comprometendo a segurança alimentar de milhões de pessoas. Pesquisas direcionadas a entender a fisiologia das plantas sob deficiência hídrica serão de utilidade para seleção de materiais genéticos tolerantes à seca e para guiar as pesquisas com plantas transgênicas. No início da deficiência hídrica no solo, as raízes das plantas produzem sinais que induzem o fechamento estomático, evitando perdas excessivas de água. O estudo da sinalização constitui assim uma das áreas mais promissoras no uso eficiente da água. A pesquisa proposta tem por objetivo avaliar a participação dos sinais químicos e hidráulicos na tolerância à seca de dois porta-enxertos cítricos. Para tanto, serão instalados dois experimentos: no primeiro, plantas francas de laranjeira 'Valência', limoeiro 'Cravo' e citrumeleiro 'Swingle' serão cultivadas em vasos, com o sistema radicular dividido em duas frações, com uma das frações sendo submetida à deficiência hídrica. No segundo experimento, serão formadas por subenxertia plantas de laranjeira 'Valência' sobre dois porta-enxertos (limoeiro 'Cravo' e citrumeleiro 'Swingle'), permitindo assim manter a deficiência hídrica em um porta-enxerto de cada vez. Avaliar-se-á as relações hídricas, trocas gasosas, condutividade hidráulica, crescimento, concentração de ABA no xilema e na folha, pH do xilema, fluxo de seiva e atividade de aquaporinas.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MARCHIORI, PAULO E. R.; MACHADO, EDUARDO C.; SALES, CRISTINA R. G.; ESPINOZA-NUNEZ, ERICK; MAGALHAES FILHO, JOSE R.; SOUZA, GUSTAVO M.; PIRES, REGINA C. M.; RIBEIRO, RAFAEL V. Physiological Plasticity Is Important for Maintaining Sugarcane Growth under Water Deficit. FRONTIERS IN PLANT SCIENCE, v. 8, DEC 20 2017. Citações Web of Science: 3.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.