Busca avançada
Ano de início
Entree

Custo da alimentação no Brasil

Processo: 11/13227-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2011
Vigência (Término): 30 de novembro de 2013
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Nutrição - Análise Nutricional de População
Pesquisador responsável:Rafael Moreira Claro
Beneficiário:Camila Zancheta Ricardo
Instituição-sede: Faculdade de Saúde Pública (FSP). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Alimentos processados   Epidemiologia nutricional

Resumo

Introdução: As escolhas alimentares não são determinadas inteiramente por necessidades fisiológicas ou nutricionais, mas também pela influência de fatores sociais, culturais e econômicos, destacando-se, entre estes últimos, a renda familiar e o preço dos alimentos. A necessidade de abordar o crescimento no consumo de alimentos não saudáveis por meio de políticas públicas de caráter econômico parece consensual na literatura, já que o preço dos alimentos é visto como uma barreira à adoção de dietas saudáveis inclusive entre indivíduos de maior poder aquisitivo. Objetivo: Comparar o preço dos grupos de alimentos consumidos nos domicílios brasileiros, considerando a extensão e o propósito do processamento aos quais eles são submetidos. Métodos: A fonte de dados utilizada neste projeto é a Pesquisa de Orçamentos Familiares (POF) realizada nos anos de 2008/09, sendo que a principal informação analisada compreende os registros de aquisições de alimentos e bebidas para consumo domiciliar. Os alimentos serão divididos nos grupos: a) alimentos in natura ou minimamente processados, b) ingredientes para uso culinário ou na indústria de alimentos e c) alimentos ultra-processados; e classificados em subgrupos para cada uma das categorias descritas. O preço de cada um dos grupos e subgrupos de alimentos será expresso em reais por unidade de energia fornecida (R$/1.000 Kcal). O preço médio dos grupos de alimentos será obtido para o conjunto da amostra estudada e por estratos sociodemográficos e econômicos. A presença de diferenças estatisticamente significantes será identificada por meio de testes-t e análise de variância.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.