Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização imuno-histoquímica de células do infiltrado inflamatório e de citocinas pró e anti-inflamatórias nos carcinomas mamários caninos

Processo: 11/13896-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2011
Vigência (Término): 01 de maio de 2014
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Patologia Animal
Pesquisador responsável:Rosemeri de Oliveira Vasconcelos
Beneficiário:Eduardo Garrido
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias (FCAV). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Jaboticabal. Jaboticabal , SP, Brasil
Assunto(s):Biomarcadores   Histopatologia   Oncologia veterinária   Cães   Imuno-histoquímica

Resumo

A inflamação é um componente crítico para a progressão de tumores e sua malignidade pode estar correlacionada com a resposta inflamatória induzida por citocinas e leucócitos infiltrados no sítio de crescimento tumoral. O presente estudo teve por objetivo caracterizar, por imuno-histoquímica, o infiltrado inflamatório e de citocinas pró e anti-inflamatórias nos carcinomas mamários caninos. Para isso fez-se a imunodetecção de macrófagos, linfócitos (CD3, CD4, CD8, Treg) e citocinas (MIF, IL-10, IL-4 e TGF-² e IFN-c). Avaliando-se as médias de imunomarcações por Teste T e análise de variância. Houve diferença estatística (p<0,0001) entre o grupo controle e o grupo de amostras de animais com carcinoma mamário simples em todos os parâmetros avaliados, apresentando aumento nas médias de animais acometidos por neoplasias. Quando ocorreu a divisão por tipo histológico, todos os anticorpos apresentaram diferença com o grupo controle (p<0,0001). Concluiu-se que os carcinomas mamários simples apresentaram aumento na contagem de macrófagos, linfócitos T, linfócitos T auxiliares, Tregs, assim como aumento na imunomarcação para MIF, IL-10, IL-4 e TGF-² em comparação ao grupo controle. Os carcinomas mamários simples de padrão histológico sólido apresentaram menor contagem de macrófagos, linfócitos T auxiliares e Tregs, além de menor imunomarcação para IFN-c, IL-4 e TGF-² que carcinomas de padrão tubulares e papilares.

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
GARRIDO, Eduardo. Caracterização imuno-histoquímica de células do infiltrado inflamatório e de citocinas pró e anti-inflamatórias nos carcinomas mamários caninos. 2015. Tese de Doutorado - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias..

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.