Busca avançada
Ano de início
Entree

Alterações moleculares e epigenéticas da apoptose, ciclo celular e via de sinalização JAK/STAT em neoplasias mieloproliferativas crônicas JAK2 V617F positivas e negativas

Processo: 11/51616-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2011
Vigência (Término): 17 de outubro de 2013
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Anatomia Patológica e Patologia Clínica
Pesquisador responsável:Fabíola Attié de Castro
Beneficiário:Raquel Tognon Ribeiro
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Epigênese genética   Fisiopatologia

Resumo

As Neoplasias Mieloproliferativas Crônicas (NMPC) - Policitemia Vera (PV), Trombocitemia Essencial (TE) e Mielofibrose Primária (MF) - são desordens hematológicas resultantes da expansão clonal da célula tronco hematopoética. Essas doenças caracterizam-se por apresentarem progenitores hematopoéticos independentes ou hipersensíveis a numerosas citocinas associadas à diferenciação e proliferação celular. Apesar do progresso nos estudos dos mecanismos celulares e moleculares que participam da patogênese dessas neoplasias, esses não foram totalmente desvendados e, raros marcadores de diagnóstico e prognóstico foram descritos. Está claro que a presença da JAK V617F é fundamental para o estabelecimento da PV, contudo ela explica parcialmente a mieloproliferação e o mieloacúmulo presente na TE e MF. Como apenas cerca de 50% dos pacientes com TE e MF apresentam a JAK2 V617F, a hipótese de nosso grupo de pesquisa é que contribuam ainda para a patogênese dessas doenças alterações de proliferação e apoptose celular, mutações como no gene MPL e anomalias epigenéticas. Desta forma, para melhor esclarecer as alterações relacionadas à apoptose, ciclo celular e regulação epigenética que ocorrem nessas doenças, principalmente em pacientes JAK2 V617F negativos, este projeto tem como objetivo geral analisar a expressão protéica global (Array Reverso de Proteína), avaliar o perfil de metilação de genes relacionados à apoptose e ciclo celular (qPCR Array System) e detectar a presença de mutações no éxon 12 e éxon 14 do gene JAK2 e no gene MPL nos pacientes com PV, TE e MF. Além disso, será utilizada a linhagem celular SET-2 (JAK2 V617F positiva) e inibidores da JAK-2 para verificar se alterações epigenéticas em genes relacionados à apoptose são dependentes da atividade da JAK-2 e, se a associação desses inibidores com agentes apoptogênicos clássicos e relacionados à via de receptor de morte TRAIL seria capaz de superar a resistência à apoptose nas células JAK2V617F +. (AU)