Busca avançada
Ano de início
Entree

Educação em direitos reprodutivos: uma análise de materiais didáticos audiovisuais.

Processo: 11/11660-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2011
Vigência (Término): 31 de outubro de 2014
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Educação - Tópicos Específicos de Educação
Pesquisador responsável:Maria de Fátima Salum Moreira
Beneficiário:Taluana Laiz Martins Torres
Instituição-sede: Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Presidente Prudente. Presidente Prudente , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):13/17090-2 - Educação sexual na juventude e direitos reprodutivos: uma análise de materiais didáticos audiovisuais, BE.EP.DR
Assunto(s):Direitos sexuais e reprodutivos   Sexualidade   Direitos humanos   Material didático   Educação escolar

Resumo

Esta Tese de Doutorado se insere na Linha de Pesquisa "Processos Formativos, Diferenças e Valores", do Programa de Pós-Graduação em Educação da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Estadual Paulista - UNESP. A pesquisa teve como objeto o estudo das produções didáticas audiovisuais sobre o tema da sexualidade e dos direitos reprodutivos, elaboradas por Organizações Não-Governamentais (ONGs), no Estado de São Paulo, as quais são destinadas aos docentes para o uso no trabalho pedagógico com os jovens. O objetivo foi analisar como os marcos dos direitos reprodutivos são abordados nos materiais didáticos audiovisuais criados pelas ONGs, voltados tanto para os docentes como para o trabalho pedagógico com os jovens; visou também a investigar como é apresentada e problematizada a dimensão educacional, teórica e política da sexualidade e dos direitos reprodutivos. Quatro vídeos formaram o principal corpus documental da pesquisa: Minha vida de João, Era uma vez outra Maria e Bonezinho Vermelho (produzidos pela ONG ECOS - Comunicação em sexualidade), além do Você soube da Márcia? (feito pelo GTPOS - Grupo de Trabalho e Pesquisa sobre Orientação Sexual). Realizamos o levantamento, descrição e análise dos seguintes aspectos: 1) conjunto de enunciados constituintes das narrativas imagéticas e textuais dos vídeos; 2) suportes técnicos e recursos utilizados na produção de imagens apresentadas nos vídeos; 3) manifestações dos autores ou responsáveis pela elaboração dos vídeos, colhidas através de entrevistas. A pesquisa, de natureza qualitativa, utilizou o referencial teórico dos estudos sócio-históricos e culturais de Bakhtin (1990). Com base em seus conceitos de dialogismo, intertextualidade e interdiscursividade, propusemo-nos levantar, entrecruzar e analisar o conjunto de enunciados que compunham cada vídeo, bem como deles entre si, com vistas a nos aproximar dos contextos concretos de sua realização. Nas análises, colocamos, em relação, as imagens dos vídeos com outras que formam parte da cultura, com o objetivo de compor uma narrativa visual que suscite outros significados e entendimentos sobre os direitos reprodutivos dos jovens. Os resultados obtidos revelam a pouca correspondência entre os discursos que identificam os jovens enquanto "sujeitos de direito", agentes e protagonistas, capazes de participar das decisões acerca das questões que impactam suas vidas, e o tratamento que recebem ao serem concebidos como "imaturos" ou "irresponsáveis". As decisões e intervenções sobre suas vidas raramente consideram válidos os seus projetos e "autorizam" os seus pontos de vista, valores, aspirações, dúvidas, opiniões e sentimentos com respeito ao que vivem. As práticas de intervenção e medidas socioeducativas a eles destinadas são atravessadas por forte tom prescritivo e, certamente, não por acaso ou descuido, é notável o descompasso existente entre o que se diz e o que se faz, no que concerne à promoção da autonomia dos jovens para o exercício da vida cívica, em todos os seus sentidos. O estudo foi financiado pela FAPESP - Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
TORRES, Taluana Laiz Martins. Educação em direitos reprodutivos : uma análise de materiais didáticos audiovisuais. 2014. 231 f. Tese de Doutorado - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Faculdade de Ciências e Tecnologia..

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.