Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo de alterações estruturais cerebrais em pacientes com Esquizofrenia crônica e de primeiro episódio através de imagens por ressonância magnética com morfometria baseada no voxel

Processo: 11/18631-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado Direto
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2012
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2014
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Psiquiatria
Pesquisador responsável:Geraldo Busatto Filho
Beneficiário:Ulysses dos Santos Torres
Instituição-sede: Instituto de Psiquiatria Doutor Antonio Carlos Pacheco e Silva (IPq). Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (HCFMUSP). Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Neuroimagem   Esquizofrenia   Cérebro   Morfometria   Ressonância magnética

Resumo

A Esquizofrenia é um transtorno psiquiátrico grave que afeta cerca de 1% da população mundial, representando uma das principais causas de incapacidade crônica entre adultos jovens. Embora sua etiologia permaneça pouco conhecida, com o advento de exames mais sofisticados de neuroimagem, como a imagem por Ressonância Magnética (RM), tem-se tornado possível estudar as alterações estruturais cerebrais na doença, e diferenças volumétricas regionais corticais e subcorticais têm sido caracterizadas em pacientes com Esquizofrenia em comparação a controles. Recentemente, o método de morfometria baseada no voxel (VBM) vem sendo empregado como uma alternativa automatizada a estudos volumétricos prévios que usavam delineamento manual das regiões de interesse para detectar e comparar diferenças estruturais entre pacientes e controles. Desde então, entretanto, há na literatura uma variabilidade significativa nos resultados dos estudos de RM estrutural na Esquizofrenia, gerando uma dificuldade na interpretação dos dados; diversos fatores contribuem para essa variabilidade, incluindo o emprego de amostras pequenas de pacientes e a caracterização inadequada dos grupos estudados, sobretudo no que se refere à cronicidade da doença e ao uso de medicamentos antipsicóticos. Assim, questões importantes como a progressão das alterações estruturais cerebrais ao longo do tempo, favorecendo a associação de uma hipótese neurodegenerativa ao modelo neurodesenvolvimental dominante proposto nas bases fisiopatológicas da doença, bem como o papel dos antipsicóticos nessa progressão, permanecem pendentes. O objetivo do presente estudo é identificar e descrever padrões de alterações estruturais cerebrais em uma ampla amostra de pacientes com Esquizofrenia, caracterizando tais alterações quanto à cronicidade da doença e ao uso de medicamentos antipsicóticos. Será realizado estudo transversal multicêntrico usando-se um banco de dados com exames de RM de 190 pacientes com Esquizofrenia (128 com Esquizofrenia crônica e 62 com Esquizofrenia de primeiro episódio) e 238 controles, com aplicação do método VBM; os achados de alterações estruturais serão posteriormente correlacionados à duração da doença e a variáveis relacionadas aos medicamentos antipsicóticos. Espera-se que a caracterização homogênea dos pacientes quanto a essas variáveis possa determinar achados mais consistentes de alterações estruturais cerebrais. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
TORRES, ULYSSES S.; DURAN, FABIO L. S.; SCHAUFELBERGER, MARISTELA S.; CRIPPA, JOSE A. S.; LOUZA, MARIO R.; SALLET, PAULO C.; KANEGUSUKU, CAROLINE Y. O.; ELKIS, HELIO; GATTAZ, WAGNER F.; BASSITT, DEBORA P.; ZUARDI, ANTONIOW.; HALLAK, JAIME EDUARDO C.; LEITE, CLAUDIA C.; CASTRO, CLAUDIO C.; SANTOS, ANTONIO CARLOS; MURRAY, ROBIN M.; BUSATTO, GERALDO F. Patterns of regional gray matter loss at different stages of schizophrenia: A multisite, cross-sectional VBM study in first-episode and chronic illness. NEUROIMAGE-CLINICAL, v. 12, p. 1-15, 2016. Citações Web of Science: 24.
TORRES, ULYSSES S.; PORTELA-OLIVEIRA, EDUARDO; BORGWARDT, STEFAN; BUSATTO, GERALDO F. Structural brain changes associated with antipsychotic treatment in schizophrenia as revealed by voxel-based morphometric MRI: an activation likelihood estimation meta-analysis. BMC Psychiatry, v. 13, DEC 20 2013. Citações Web of Science: 34.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.