Busca avançada
Ano de início
Entree

Determinação molecular da viabilidade do Mycobacterium leprae

Processo: 11/19307-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2011
Vigência (Término): 30 de novembro de 2012
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia - Microbiologia Aplicada
Pesquisador responsável:Ida Maria Foschiani Dias Baptista
Beneficiário:Amanda Juliane Finardi
Instituição-sede: Instituto Lauro de Souza Lima (ILSL). Coordenadoria de Controle de Doenças (CCD). Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). Bauru , SP, Brasil
Assunto(s):Mycobacterium leprae   RNA   Técnicas e procedimentos diagnósticos   Inoculação

Resumo

O acesso às informações sobre a hanseníase, seu diagnóstico e tratamento com a Poliquimioterapia (PQT) se constituem como elementos chave da estratégia para seu controle. Resultado da infecção pelo Mycobacterium leprae (M. leprae), a hanseníase é uma doença crônica que acomete pele e nervos e a impossibilidade de cultivo do M. leprae em meio de cultura axênico, tem dificultado os estudos in vitro e o desenvolvimento de ensaios clínicos mostram-se complicados pela lenta progressão do bacilo. Assim, um método sensível e específico para a detecção da viabilidade do M. leprae adicionaria um critério imparcial aos meios já disponíveis, possibilitando ainda o diagnóstico em estágio mais precoce da doença. O presente estudo tem por finalidade a avaliação da viabilidade bacilar por meio da detecção de RNAr 16S específico para o M. leprae com a normalização das quantidades totais da micobactérias a partir da quantificação do DNA total de M. leprae utilizando a sequência repetitiva RLEP. A avaliação inicial será focada na eficácia terapêutica do esquema utilizado, por meio da análise da viabilidade bacilar em amostras clínicas nos períodos de 0 e 12 meses de PQT. Em paralelo, será feita uma análise comparativa com a detecção de RNAr 16S e a inoculação em coxim plantar de camundongos - padrão ouro para este tipo de abordagem. Adicionalmente, espera-se que além do monitoramento da eficácia do tratamento, novas possibilidades para o estudo da interação parasito-hospedeiro possam ser endereçadas. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)