Busca avançada
Ano de início
Entree

Papel do receptor adrenérgico beta-3 no metabolismo de gorduras

Processo: 11/19854-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de novembro de 2011
Vigência (Término): 31 de outubro de 2012
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia de Órgãos e Sistemas
Pesquisador responsável:Miriam Oliveira Ribeiro
Beneficiário:Bruna Pascarelli Pedrico Do Nascimento
Instituição-sede: Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS). Universidade Presbiteriana Mackenzie (UPM). Instituto Presbiteriano Mackenzie. São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Fisiologia endócrina   Síndrome metabólica   Receptores adrenérgicos beta   Hepatopatia gordurosa não alcoólica   Resistência à insulina   Obesidade

Resumo

A obesidade está relacionada com o desenvolvimento da síndrome metabólica que caracteriza-se por uma série de fatores de riscos incluindo resistência à insulina, hiperglicemia de jejum e anormalidades lipídicas. A resistência à insulina contribui para o acúmulo de ácidos graxos no fígado, sob a forma de triglicerídeos, o que caracteriza a doença hepática gordurosa não alcoólica (NAFLD), enfermidade que abrange um espectro de desordens hepáticas, podendo ser considerada a manifestação hepática da obesidade e da síndrome metabólica. Defeitos na termogênese facultativa ativada pelo Sistema Nervoso Simpático podem estar envolvidos no desenvolvimento da obesidade. Nossa hipótese de trabalho contempla a possibilidade de que a ausência do receptor adrenérgico ²3 leve à obesidade e ao desenvolvimento da NAFLD. Com o objetivo de determinar o papel desta isoforma no desenvolvimento da Síndrome Metabólica e da Doença hepática gordurosa não-alcoólica, iremos tratar camundongos com nocaute para o receptor ²3 com dieta rica em gordura (40%) por 8 semanas e, posteriormente, serão analisados parâmetros fisiológicos, bioquímicos e moleculares destes, incluindo consumo de oxigênio, níveis de colesterol e triglicerídeos plasmáticos, tolerância à glicose e à insulina, análise histológica de amostras do fígado e do tecido adiposo branco e quantificação e expressão de proteínas hepáticas relacionadas ao metabolismo lipídico. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.