Busca avançada
Ano de início
Entree

Obtenção de conídios dos fungos entomopatogênicos Beauveria bassiana e Metarhizium anisopliae microencapsulados e seu uso no controle de Diatraea saccharalis e Sphenophorus levis em cultivos de cana-de-açúcar

Processo: 11/03650-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2012
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2014
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Fitossanidade
Pesquisador responsável:Antonio Batista Filho
Beneficiário:Inajá Marchizeli Wenzel Rodrigues
Instituição-sede: Instituto Biológico (IB). Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA). Secretaria de Agricultura e Abastecimento (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Diatraea saccharalis   Nanotecnologia   Cana-de-açúcar

Resumo

A cana-de-açúcar é uma das culturas mais importantes do agronegócio brasileiro e a cada ano sua área de plantio cresce significativamente. Com a publicação de leis proibindo a queima da cana-de-açúcar no estado de São Paulo é crescente a cada ano o número de hectares da planta que vem sendo colhido mecanicamente. Esse crescimento da área de colheita de cana crua reflete no aumento dos índices de pragas da cultura, pois, o fogo deixa de ser um meio de controle natural. A broca Diatraea saccharalis e o bicudo da cana-de-açúcar Sphenophous levis são pragas, atualmente, preocupantes na cultura devido aos graves prejuízos e danos que causam. O controle microbiano com fungos torna-se uma alternativa à medida que gera um controle mais efetivo ao longo dos anos e também devido ao seu aspecto ambientalmente benéfico. Os fungos Beauveria bassiana e Metarhizium anisopliae são os principais fungos produzidos e utilizados em escala comercial no Brasil. Entretanto, em termos de formulação ainda há muito a ser feito. A formulação é uma das etapas mais importantes na padronização do bioinseticida e de grande importância para a sua viabilização comercial, pois, vai garantir maior aderência do produto no inseto ou na planta proporcionando maior eficiência na aplicação e no controle. Outro fator importante da formulação é garantir maior estabilidade do produto na prateleira para que possa ser armazenado por um tempo maior mantendo suas características principais como viabilidade dos conídios e virulência sobre o inseto que se deseja controlar. Entre as tecnologias atualmente disponíveis a microencapsulação dos conídios usando polímeros biodegradáveis se mostra promissora. Assim, entre os objetivos deste projeto destaca-se a obtenção de microformulações à base de fungos (B. bassiana e M. anisopliae) que sejam economicamente viáveis, estáveis, eficazes e com amplo potencial de controle e epizootia sobre diversas pragas que atacam culturas de importância econômica no Brasil. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
WENZEL RODRIGUES, INAJA MARCHIZELI; BATISTA FILHO, ANTONIO; GIORDANO, ISABELLA BARICHELLO; DENADAE, BARBARA EVELIN; FERNANDES, JOAO BATISTA; FORIM, MOACIR ROSSI. Compatibility of polymers to fungi Beauveria bassiana and Metarhizium anisopliae and their formulated products stability. Acta Scientiarum. Agronomy, v. 39, n. 4, p. 457-464, OCT-DEC 2017. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.

Patente(s) depositada(s) como resultado deste projeto de pesquisa

PROCESSO DE ENCAPSULAMENTO DE CONÍDIOS DE FUNGOS ENTOMOPATOGÊNICOS, FORMULAÇÕES CONTENDO OS MESMOS E SEUS USOS BR1020150162693 - Instituto Biológico (IB) ; Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR) . Inajá Marchizeli Wenzel; Antonio Batista Filho; Moacir Rossi Forim; Maria Fátima Das Graças Fernandes da Silva; João Batista Fernandes - 06 de julho de 2015

 
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.