Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização das ligas Ti-6Al-4V e Ti-35Nb-7Zr-5Ta submetidas a tratamentos de superfície e exposição em meio fluoretado

Processo: 11/11514-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2011
Vigência (Término): 31 de agosto de 2013
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Materiais Odontológicos
Pesquisador responsável:Luis Geraldo Vaz
Beneficiário:Laiza Maria Grassi Fais
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia (FOAr). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara , SP, Brasil
Assunto(s):Propriedades químicas   Próteses e implantes   Corrosão   Propriedades mecânicas   Fluoretos   Propriedades de superfície   Titânio

Resumo

O titânio e as suas ligas, em especial a liga Ti-6Al-4V, são considerados o material de escolha para a confecção de implantes dentários e ortopédicos devido as suas excelentes propriedades mecânicas, físicas e químicas. Entretanto, uma nova geração de ligas, livres de alumínio ou vanádio, vem despertando o interesse na Área Médica. No ambiente bucal, sabe-se que o sucesso com a utilização dessas ligas dependerá da composição química, estrutura e bioatividade das superfícies do metal, bem como da resistência à corrosão e de propriedades tribológicas da liga. Dessa forma, este estudo tem por objetivo caracterizar as ligas Ti-35Nb-7Zr-5Ta e da liga Ti-6Al-4V mediante avaliações de propriedades eletroquímicas, mecânicas e tribológicas. As ligas serão analisadas antes e após a realização de tratamentos de superfície (funcionalização e dopagem) e em diferentes meios (saliva artificial e fluoreto de sódio). As superfícies das ligas serão caracterizadas mediante análises da composição química elementar (Microscopia por fluorescência de raios X e/ou Espectrometria de emissão por plasma), da estrutura cristalina (Difratometria de raios X), da morfologia de fases (Microscopia óptica) e da topografia superficial (Microscopia eletrônica de varredura e Microscopia de força atômica). As propriedades eletroquímicas serão determinadas por meio de ensaios de Potencial de circuito aberto com o tempo, Curvas de polarização potenciodinâmicas e Espectroscopia de impedância eletroquímica. As propriedades mecânicas avaliadas serão a dureza Vickers, a resistência à tração e a ciclagem mecânica por tração. A tribocorrosão será efetuada em sistema de pino-disco com deslizamento linear alternativo, amplitudes de deslizamento (fretting) entre 30 µm e 2 mm e carga de 1N.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.