Busca avançada
Ano de início
Entree

Construção de estirpes mutantes de Salmonella enterica subspecie enterica sorovar Gallinarum biovar Gallinarum e sorovar enteritidis: avaliação da patogenia para aves comerciais (Gallus Gallus)

Processo: 11/18276-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2012
Vigência (Término): 31 de agosto de 2014
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Patologia Animal
Pesquisador responsável:Angelo Berchieri Junior
Beneficiário:Oliveiro Caetano de Freitas Neto
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias (FCAV). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Jaboticabal. Jaboticabal , SP, Brasil
Assunto(s):Salmonella enteritidis   Mutação

Resumo

Este projeto foi elaborado visando à produção de estirpes mutantes de Salmonella Gallinarum (SG) e Salmonella Enteritidis (SE) para estudos de patogenia em aves. Para a construção dos mutantes será adotada a metodologia do Lambda-red que permite a retirada dos genes de resistência a antibióticos, utilizados para inativar os genes alvo, no final do processo de mutação. No presente projeto, o estudo dos genes envolvidos na biossíntese da vitamina B12 (operon cob) (FAPESP: 08/54517-6), que deu origem a estirpe vacinal SG ”cobS ”cbiA, será complementado com o estudo de genes responsáveis pela enzima propanediol-desidratase (operon pdu) que converte 1,2-propanediol a propionaldeído e utiliza a vitamina B12 como seu co-fator. Para isso serão construídas duas estirpes mutantes de SE: Uma com os genes pduC, pduD e pduE do operon pdu defectivos (SE ”pduC ”pduD ”pduE) e outra com knockout de genes dos operons pdu e cob (SE ”cobS ”cbiA ”pduC ”pduD ”pduE). Em outro estudo no qual se investigou a importância do flagelo na patogenia das salmoneloses aviárias (FAPESP: 07-59233-3), um mutante de SG com a capacidade de produzir flagelos, induzir resposta imune pró-inflamatória e colonizar o intestino de aves foi produzido (SG Fla+). Agora, pretende-se também reconstruir a estirpe vacinal SG ”cobS ”cbiA (por meio do Lambda-red), removendo os genes de resistência a antibióticos do seu genoma. E ainda atenuar a estirpe SG Fla+ por meio do knockout dos genes cobS e cbiA (SG Fla+ ”cobS ”cbiA). Assim sendo, no projeto proposto, dar-se-á continuidade aos trabalhos em andamento, unindo, ao mesmo tempo, as duas linhas de pesquisa que vem sendo exploradas por esse grupo.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.