Busca avançada
Ano de início
Entree

Pesquisa de fatores de virulência em cepas de Escherichia coli e caracterização fenotipica e genotípica da resistência a antimicrobianos em E. coli e Klebsiella spp. isoladas de leite bovino produzido em propriedades convencionais e orgânicas

Processo: 11/17957-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2012
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2015
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Medicina Veterinária Preventiva
Pesquisador responsável:Domingos da Silva Leite
Beneficiário:Amanda Keller Siqueira
Instituição-sede: Instituto de Biologia (IB). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Anti-infecciosos   Microbiologia   Leite   Alimentos de origem animal

Resumo

A produção e o consumo de leite e derivados vêm crescendo exponencialmente no Brasil, fatos verificados pela mudança ocorrida na balança comercial láctea em 2004, na qual o país assumiu a posição de exportador de leite. Nessa mesma proporção há um incremento na procura por produtos e subprodutos de origem animal produzidos no sistema orgânico. Diversas razões são apontadas para o aumento da demanda por orgânicos, incluindo preocupação com o meio ambiente, o desejo de evitar o uso de pesticidas, promoção de bem-estar animal e a crença de que alimentos orgânicos são mais seguros e nutritivos quando comparados com aqueles produzidos em sistema convencional. O leite cru, ou leite informal, continua sendo largamente comercializado e consumido no Brasil. Estima-se que ao redor de 30% da produção nacional de leite seja informal, possuindo, em geral, alta contagem de coliformes. O controle da mastite é fundamental dentro do sistema de produção leiteira. Os produtores incluem no dia-a-dia o uso de drogas. No entanto, o uso indiscriminado de antimicrobianos em humanos e animais gera linhagens de micro-organismos resistentes. Os animais podem tornar-se reservatórios de micro-organismos resistentes. A disseminação pode ocorrer por contato direto (pele, saliva, fezes) ou indireto (alimentos, água). A emergência e o aumento da resistência aos antimicrobianos no Brasil e no mundo apontam para a necessidade de estudos continuados do perfil de sensibilidade de bactérias isoladas de humanos e animais. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.