Busca avançada
Ano de início
Entree

Indicadores para avaliação dos co-benefícios sociais e ambientais de projetos de redução de gases de efeito estufa em aterros sanitários

Processo: 11/21974-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2012
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2012
Área do conhecimento:Ciências Sociais Aplicadas - Economia
Pesquisador responsável:Sônia Regina Paulino
Beneficiário:Camila Camolesi Guimarães
Instituição-sede: Escola de Artes, Ciências e Humanidades (EACH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:11/00081-5 - Mercado de carbono e oportunidades para a inovação em serviços públicos relacionados aos resíduos sólidos urbanos, AP.JP
Assunto(s):Aterros sanitários   Mecanismo de desenvolvimento limpo   Indicadores ambientais

Resumo

O presente plano de pesquisa de iniciação científica é vinculado ao projeto "Mercado de Carbono e oportunidades para a inovação em serviços públicos relacionados aos resíduos sólidos urbanos" (processo 2011/00081-5), do Programa Jovens Pesquisadores em Centros Emergentes, no qual foram concedidas cotas para bolsa IC. O objetivo consiste em identificar e analisar indicadores para avaliar co-benefícios sociais e ambientais resultantes dos projetos do Mecanismo de Desenvolvimento Limpo (MDL) em aterros sanitários. A partir do artigo 12 do Protocolo de Quioto estabelece-se que além dos projetos do MDL provocarem a redução de emissão de GEE, devem também promover a preservação ambiental, crescimento econômico e melhoria da qualidade de vida de da população. Estes aspectos também são garantidos pelo Anexo III da Resolução nº 1 de 11 de setembro de 2003 da Comissão Interministerial de Mudanças Globais do Clima (CIMGC), porém não há monitoramento das atividades descritas neste documento. Os resíduos sólidos urbanos são importante fonte de emissão de GEE, representando um setor com grande potencial de redução das emissões a partir de atividades de MDL. A partir da necessidade de garantir que os projetos de redução e mitigação das emissões de GEE contemplem as questões relacionadas ao desenvolvimento ambiental e social local, há a necessidade do estabelecimento de metodologias que visem atingir este objetivo, por meio do estabelecimento e aperfeiçoamento de indicadores para dimensionar os resultados sociais e ambientais locais de projetos do mercado de carbono em aterros sanitários. Para a pesquisa empírica, foram selecionados os projetos de MDL dos aterros Bandeirantes e São João, ambos localizados na cidade de São Paulo.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa: