Busca avançada
Ano de início
Entree

Secagem de celulase fúngica por spray - drying

Processo: 11/15990-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2012
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2014
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Química - Processos Industriais de Engenharia Química
Pesquisador responsável:João Cláudio Thoméo
Beneficiário:Viviane Moriya Shiota
Instituição-sede: Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas (IBILCE). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de São José do Rio Preto. São José do Rio Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Enzimas   Celulase   Fermentação em estado sólido   Microbiologia aplicada

Resumo

O objetivo geral do estudo será dar tratamento tecnológico a um extrato enzimático bruto contendo enzimas celulolíticas, obtido por fermentação em estado sólido. O extrato será seco por spray-drying e suportes orgânicos e inorgânicos serão aplicados a fim de evitar perdas significativas de atividade enzimática devido ao processo de secagem.As enzimas serão produzidas pelo fungo termofílico Myceliophthora sp. I-1D3, o qual produziu boas quantidades de celulases em resíduos agroindustriais diversos, nos trabalhos de mestrado de Zanelato (2011) e de iniciação científica de Shiota (2011), com apoio da FAPESP (Processos MC 2008/52811-4 e IC 09/54321-7). Neste projeto serão avaliadas a influência de vários suportes orgânicos e inorgânicos sobre as atividades CMCase e PFase do extrato bruto seco em spray-dryer sob condições operacionais variadas. As enzimas em pó, associadas aos suportes mais eficientes, em evitar a perda de atividade pós-secagem, serão armazenadas sob condições de temperatura e umidade relativa variadas para avaliar o tempo de prateleira destes produtos, comparando-se estes resultados com os do extrato bruto. Serão avaliadas a energia de inativação, por calorimetria diferencial de varredura (DSC), a área superficial das partículas, por isotermas de adsorção (BET), e a morfologia das partículas, por microscopia eletrônica de varredura (MEV) do extrato e dos pós enzimáticos. Este projeto insere-se dentro do Grupo de Bioenergia do IBILCE/UNESP (GBIB), que tem projetos na temática do BIOEN-FAPESP, do INCT-CNPQ e faz parte do Centro Paulista de Pesquisa em Bioenergia. O grupo tem produzido enzimas para aplicações diversas, como a conversão de biomassa a etanol, transesterificação de ácidos graxos a biodiesel e melhoramento de ração animal. Ao final do trabalho almeja-se que o processo tecnológico resulte num produto de valor agregado elevado, sendo seu processo de obtenção potencialmente patenteável

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
SHIOTA, Viviane Moriya. Secagem de celulases de origem fúngica por spray-drying. 2014. Dissertação de Mestrado - Universidade Estadual Paulista (Unesp). Instituto de Biociências Letras e Ciências Exatas. São José do Rio Preto São José do Rio Preto.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.