Busca avançada
Ano de início
Entree

Biomarcadores Preditivos em Carcinomas Epidermóides de Orofaringe

Processo: 11/11085-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2012
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2013
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina
Pesquisador responsável:Silvia Regina Rogatto
Beneficiário:Marcia Hatakeyama
Instituição-sede: A C Camargo Cancer Center. Fundação Antonio Prudente (FAP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:08/57887-9 - Instituto Nacional de Oncogenômica, AP.TEM
Assunto(s):Técnicas de diagnóstico molecular   Infecções por Papillomavirus   Quimioterapia   Carcinoma de células escamosas   Orofaringe   Radioterapia

Resumo

Há poucos relatos em literatura que relacionam preditores biológicos de resposta à radioterapia e/ou quimioterapia em CEC de orofaringe, e a maioria se baseia em grupos heterogêneos de tumores das vias aerodigestivas superiores. Em estudo prévio do grupo de um total de 37 amostras de CEC de orofaringe, 32 casos foram avaliados por CGH array (4x180k; Agilent). As análises de CGH array revelaram alterações genômicas significativas envolvendo os cromossomos 3, 8, 2 e 1 (216, 208, 204 e 199 CNAs, respectivamente). Trinta e cinco porcento dos casos foram positivos para a infecção pelo HPV, sendo o subtipo HPV16 o mais prevalente (8/37). Os casos HPV negativos apresentaram um grande número de CNAs (117 CNAs), enquanto a maioria dos pacientes HPV positivos apresentou um perfil genômico com menor número de alterações genômicas (73 CNAs). As alterações nas regiões 7q22.1 (12 genes) e 14q12 (2 genes) apresentaram-se perdidas exclusivamente no tumores HPV positivos (P=0,044). As alterações encontradas nos cromossomos 1, 9, 10 e 19 foram frequentemente detectadas nos tumores que apresentaram resposta parcial ou doença progressiva. Entre essas alterações, as regiões de perdas 1p21.3-p21.2, 1p21.2-p21.1 e 1p21.1 e ganhos em 10p13-p12.33 e 10p12.31-p12.1 estavam alteradas exclusivamente nos casos que não apresentaram RC (resposta completa) (Pd0,017). Não foi observada uma diferença significativa de OS na análise entre os casos HPV+ e HPV- (P>0,05). Porém, houve relação significante entre os pacientes com RC e doença progressiva (DP) (P=0,018). A análise de expressão gênica em larga escala revelou 1.937 genes diferencialmente expressos, sendo 956 (49,4%) com aumento e 981 (50,6%) com diminuição de expressão. A análise de agrupamento supervisionado quanto ao padrão de infecção pelo HPV (9 casos positivos vs 13 casos negativos), revelou 104 genes diferencialmente expressos entre os dois grupos, sendo 58 genes com expressão aumentada e 46 genes com expressão diminuída nos tumores HPV + comparados aos negativos. O objetivo deste estudo é investigar marcadores biológicos que poderiam atuar como potenciais preditores de resposta à quimioterapia e/ou radioterapia segundo a infecção pelo HPV, selecionar, validar e confirmar alterações em genes candidatos que possam servir como potenciais preditores de resposta ao tratamento em 45 carcinomas de orofaringe sob o mesmo protocolo de tratamento. Este estudo é a sequência de outro iniciado no grupo que utilizou análise integrada (genômica e transcriptômica) segundo o padrão de infecção pelo HPV com o mesmo protocolo de tratamento revelando vários candidatos a marcadores de resposta a terapia.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)