Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise biomecânica e metabólica do risco de quedas de idosas submetidas a treinamento de equilíbrio com haste vibratória

Processo: 11/11735-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2012
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2013
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Educação Física
Pesquisador responsável:Mauro Gonçalves
Beneficiário:Camilla Zamfolini Hallal
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Rio Claro. Rio Claro , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):12/03567-9 - Riscos biomecânicos durante simulações de travessia de rua em idosos, BE.EP.DR
Assunto(s):Marcha   Biomecânica   Fisiologia

Resumo

As quedas são eventos muito comuns durante as atividades de vida diárias, principalmente na população idosa. As conseqüências da queda são potencialmente danosas e sua ocorrência contribui para a prevalência de problemas de saúde e diminuição da qualidade de vida, sendo considerada uma das principais causas de lesões e morte em idosos. O objetivo deste estudo será analisar variáveis biomecânicas e metabólicas indicadoras do risco de quedas de idosas antes e após treinamento de equilíbrio com e sem haste vibratória. Participarão do estudo 48 voluntários do gênero feminino divididos em dois grupos: grupo de jovens (GJ), composto por 16 voluntários na faixa etária de 18-25 anos, saudáveis e fisicamente ativos; e grupo de idosos (GI), composto por 32 voluntários na faixa etária de 60 a 80 anos, fisicamente ativos e não institucionalizados. Aleatoriamente, os participantes do GI serão subdivididos em dois subgrupos: grupo de idosos que farão treinamento com exercícios com haste vibratória (GTHV; n=16); e grupo de idosos que farão o treinamento sem haste vibratória (GC; n=16). Os procedimentos de avaliação serão realizados em dois dias consecutivos. No primeiro dia, serão realizadas as avaliações da marcha, teste de economia de movimento e avaliação do equilíbrio. No segundo dia, será realizada a avaliação do torque isométrico e isocinético. O treinamento dos grupos GTHV e GT serão iniciados na semana seguinte da avaliação inicial e terá duração de 8 semanas consecutivas. Os mesmos procedimentos da avaliação inicial serão realizados após o período de 8 semanas de treinamento e após 8 semanas de destreino. Serão analisadas as variáveis eletromiográficas, cinemáticas, dinamométricas e metabólicas referentes às avaliações propostas. A análise estatística será realizada com a verificação da normalidade e homogeneidade dos dados e, posteriormente, adotados os testes apropriados para comparação das variáveis entre os grupos e em cada grupo. Em todos os testes estatísticos será adotado o nível de significância de p<0,05.

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
HALLAL, Camilla Zamfolini. Indicadores biomecânicos do risco de quedas em marcha com duplas tarefas e a influência do treinamento de equilíbrio com haste vibratória : diferenças entre idosos caidores e não caidores. 2013. 111 f. Tese de Doutorado - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Instituto de Biociências (Campus de Rio Claro)..

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.