Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento de matrizes poliméricas eletrofiadas para regeneração de membranas timpânicas perfuradas

Processo: 11/18017-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2012
Vigência (Término): 31 de agosto de 2013
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Orgânica
Pesquisador responsável:Luiz Henrique Catalani
Beneficiário:Ana Paula Serafini Immich Boemo
Instituição-sede: Instituto de Química (IQ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Eletrofiação   Fibroblastos   Miringoplastia   Membrana timpânica

Resumo

Perfurações da membrana timpânica são decorrentes de problemas otológicos comuns, geralmente resultantes de otites média ou trauma. As manifestações audiológicas de uma perfuração timpânica podem incluir perda auditiva condutiva, zumbido, plenitude auricular e otorréia. O tratamento das perfurações visa cicatrizar o tecido timpânico para prevenir infecções e restaurar a audição. Um dos tratamentos inclui a cicatrização das perfurações por meio de novas matrizes poliméricas que promovam o suporte e sirvam de guia para o tecido em regeneração (miringoplastia). Dessa forma, os principais objetivos deste estudo são: desenvolvimento e caracterização de membranas poliméricas eletrofiadas a partir de polímeros bioabsorvíveis como o ácido poli(L-lactídeo) (PLLA), poli(ácido láctico-co-glicólico) (PLGA), poli(caprolactona) (PCL), poli(adipato de isosorbila) (PIA) e poli(succinato de isosorbila-co-L-lactídeo) (PIS-PLLA); e utilização destas membranas como suporte para crescimento celular, em um modelo in vitro, através da aplicação de fatores de crescimento (derivados de fibroblastos e epidérmico) para regeneração de membranas timpânicas perfuradas, bem como verificação in vivo (modelo animal) dos suportes de regeneração de melhor desempenho. Para caracterização das membranas produzidas será realizada a análise estrutural, térmica e das propriedades mecânicas. As membranas com células cultivadas, do modelo in vitro, serão encaminhadas para o teste de viabilidade celular MTT (3-(4,5-Dimetiltiazol-2-il)-2,5-brometo de difeniltetrazolio). O estudo in vivo, em ratos, será constituído por dois procedimentos cirúrgicos: a miringotomia bilateral e miringoplastia do ouvido direito. Para avaliar os resultados de regeneração do tecido implantado será realizada uma análise histológica e os dados serão tratados através de uma análise de variância com nível global de significância de 95%.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
IMMICH, A. P. S.; PENNACCHI, P. C.; NAVES, A. F.; FELISBINO, S. L.; BOEMO, R. L.; MARIA-ENGLER, S. S.; CATALANI, L. H. Improved tympanic membrane regeneration after myringoplastic surgery using an artificial biograft. Materials Science & Engineering C-Materials for Biological Applications, v. 73, p. 48-58, APR 1 2017. Citações Web of Science: 4.
NAVES, ALLINY F.; FERNANDES, HENRIQUE T. C.; IMMICH, ANA P. S.; CATALANI, LUIZ H. Enzymatic syntheses of unsaturated polyesters based on isosorbide and isomannide. JOURNAL OF POLYMER SCIENCE PART A-POLYMER CHEMISTRY, v. 51, n. 18, p. 3881-3891, SEP 15 2013. Citações Web of Science: 23.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.