Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito do fenantreno nas brânquias de Prochilodus lineatus (Teleostei, Prochilodontidae) após exposição sub-crônica, com ênfase nas células mucosas e células de cloreto

Processo: 11/18598-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2012
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2012
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Recursos Pesqueiros e Engenharia de Pesca - Recursos Pesqueiros de Águas Interiores
Pesquisador responsável:Marisa Narciso Fernandes
Beneficiário:Jakeline de Freitas Ferreira
Instituição-sede: Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Brânquias   Prochilodus lineatus

Resumo

O fenantreno é um hidrocarboneto policíclico aromático presente no petróleo e seus derivados, é solúvel em água em baixas concentrações e persistente no ambiente. A assimilação a partir da água em peixes de água doce ocorre principalmente através da superfície branquial e pode interferir na função do órgão. O presente estudo tem como objetivo avaliar o efeito do fenantreno nas células de cloreto e células mucosas nas brânquias de curimbatá, Prochilodus lineatus após exposição sub-crônica a diferentes concentrações de fenantreno. Para isso as células de cloreto e mucosas serão quantificadas no tecido branquial utilizando imunohistoquimica e histoquímica, respectivamente. Concomitantemente será determinada a atividade da Na+/K+-ATPase nas brânquias e a osmolalidade e a concentração dos íons Na+, K+ e Cl- no plasma para avaliação funcional das brânquias na regulação iônica e osmótica.