Busca avançada
Ano de início
Entree

Picornavírus e coronavírus emergentes: associação com patogênese respiratória em seres humanos e detecção em roedores silvestres

Processo: 11/19897-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2012
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2014
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia
Pesquisador responsável:Eurico de Arruda Neto
Beneficiário:Luciano Kleber de Souza Luna
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Virologia   Coronavirus   Reação em cadeia da polimerase em tempo real

Resumo

Novos vírus patogênicos para diversas espécies têm sido descobertos como consequência de métodos moleculares sensíveis e estudos metagenômicos. Tais técnicas permitem o reconhecimento rápido de vírus emergentes, como foi o caso do coronavírus SARS, durante epidemia mundial em 2003-2004. Alguns vírus causadores de infecções respiratórias e entéricas humanas têm sido identificados nos últimos 20 anos, incluindo os picornavírus Parecho, Aichi e Saffold virus, e os coronavírus humanos (HCoV) NL63 e HKU1. Poucos estudos em nosso meio investigaram a importância desses agentes em infecções de humanos ou de animais. Mesmo estudos clínicos que empregam painéis amplos de detecção de vírus respiratórios não os têm incluído em seus métodos. Em animais, vários CoV são detectados frequentemente em diversas espécies, o que sugere oportunidade para a emergência de novos CoV em humanos. O presente projeto tem como objetivos: 1) investigar o papel dos picornavírus, Parecho, Aichi e Saffold, e HCoV-NL63 e HKU1 na patogênese de doenças inflamatórias crônicas do trato respiratório superior em pacientes com adenoamigdalites e rinossinusites crônicas, a partir de amostras de lavados nasofaríngeos e fragmentos de tecidos de adenoide, amígdala ou mucosa de seio maxilar obtidas cirurgicamente; e 2) verificar a presença de CoV em tecidos de roedores silvestres capturados em expedições de campo na região de Ribeirão Preto. A investigação dos vírus Parecho, Aichi e Saffold virus, HCoV-NL63 e HKU1 trará um grau de completude ao estudo ainda não alcançado em estudos semelhantes, além de permitir verificar aspectos de patogênese desses agentes. Da mesma forma, a investigação de CoV em roedores silvestres contribuirá para uma melhor compreensão da sua diversidade, além de fatores relacionados com sua ecologia, evolução, potencial risco de transposição da barreira de espécie, e patogênese desses vírus em animais e seres humanos.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
SABINO-SANTOS, JR., GILBERTO; MOTTA MAIA, FELIPE GONCALVES; MARTINS, RONALDO BRAGANCA; GAGLIARDI, TALITA BIANCA; DE SOUZA, WILLIAM MARCIEL; MUYLAERT, RENATA LARA; DE SOUZA LUNA, LUCIANO KLEBER; MELO, DANILO MACHADO; CARDOSO, RICARDO DE SOUZA; BARBOSA, NATALIA DA SILVA; PONTELLI, MARJORIE CORNEJO; MAMANI-ZAPANA, PRISCILA ROSSE; VIEIRA, THALLYTA MARIA; MELO, NORMA MARIA; JONSSON, COLLEEN B.; GOODIN, DOUGLAS; SALAZAR-BRAVO, JORGE; PINTO DASILVA, LUIS LAMBERTI; ARRUDA, EURICO; MORAES FIGUEIREDO, LUIZ TADEU. Natural infection of Neotropical bats with hantavirus in Brazil. SCIENTIFIC REPORTS, v. 8, JUN 13 2018. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.