Busca avançada
Ano de início
Entree

Produção de enzimas celulolíticas associada e cinética de crescimento dos fungos Thermoascus aurantiacus e Trichoderma reesei em fermentação no estado sólido

Processo: 11/21239-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2012
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2012
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Bioquímica de Microorganismos
Pesquisador responsável:Roberto da Silva
Beneficiário:Priscila Aparecida Casciatori
Instituição-sede: Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas (IBILCE). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de São José do Rio Preto. São José do Rio Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Celulase   Microbiologia   Lignocelulose   Fungos

Resumo

Neste momento de discussão da matriz energética do país, as celulases são relevantes para a hidrólise de materiais lignocelulósicos visando à produção de etanol de segunda geração. Apesar de a fermentação em estado sólido (FES) produzir altas concentrações de enzimas, esta técnica ainda carece de conhecimento científico e tecnológico que permita sua aplicação em larga escala para diferentes combinações de microrganismos e substratos, com foco nos fungos filamentosos como agentes fermentativos e nos rejeitos sólidos agroindustriais como substratos econômica e ambientalmente amigáveis. Neste contexto, o objetivo deste projeto é estudar a produção de enzimas celulolíticas e a cinética de crescimento da biomassa de dois fungos potencialmente produtores de celulases em substrato composto por farelo de trigo e bagaço de cana, com predominância do bagaço. Os fungos a serem utilizados serão o termofílico Thermoascus aurantiacus e o mesofílico Trichoderma reesei. O emprego de fungos com preferências térmicas distintas presta-se a comparar o efeito da temperatura sobre a produção enzimática e sobre a cinética de crescimento. Serão empregadas técnicas de medida indireta para avaliação do crescimento, sendo duas técnicas de biomarcadores (teor de proteína total e de glicosamina no material fermentado) e uma técnica respirométrica (produção de gás carbônico). Os dados experimentais serão ajustados por equações cinéticas (primeira ordem, logística e outras), a partir do que será possível estimar a taxa de crescimento específico dos fungos, que é um dado importante e não disponível na literatura para os fungos aqui estudados. A atividade enzimática e a cinética de produção de celulases serão avaliadas por meio de medidas das atividades de papel de filtro e de betaglicosidase. Para tanto, ensaios de fermentação em escala de frascos serão conduzidos simultânea e independentemente, visando agilizar a obtenção de dados. O projeto insere-se na temática do Programa FAPESP de Pesquisa em Bioenergia (BIOEN) e do Centro Paulista de Pesquisa em Bioenergia, e está sendo proposto junto à linha de pesquisa Bioenergia, Tratamento e Aproveitamento de Resíduos do Programa de Pós-Graduação em Química do Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas de São José do Rio Preto-SP. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
CASCIATORI, FERNANDA PERPETUA; LAURENTINO, CARMEM LUCIA; LEAL DA COSTA, KAREN KRISTHINE; CASCIATORI, PRISCILA APARECIDA; THOMEO, JOAO CLAUDIO. HYGROSCOPIC PROPERTIES OF ORANGE PULP AND PEEL. JOURNAL OF FOOD PROCESS ENGINEERING, v. 36, n. 6, p. 803-810, DEC 2013. Citações Web of Science: 6.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.