Busca avançada
Ano de início
Entree

Mecanismo de ação da proteína anti-inflamatória galectina-1 na lesão renal induzida por isquemia e reperfusão: análises in vivo e in vitro

Processo: 11/22113-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2012
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2013
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Morfologia - Histologia
Pesquisador responsável:Sonia Maria Oliani
Beneficiário:Carla Patrícia Carlos
Instituição-sede: Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas (IBILCE). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de São José do Rio Preto. São José do Rio Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Rim   Galectina 1   Inflamação

Resumo

Introdução: Durante os procedimentos envolvidos no transplante de órgãos, ocorre a condição de isquemia e reperfusão (IR), que consiste em uma das causas da insuficiência renal aguda do enxerto. Apesar dos avanços na área, a mortalidade decorrente da insuficiência renal aguda é alta. O processo isquêmico, por si só, é bastante lesivo, mas a reperfusão pode levar a uma série de complicações que podem aumentar as lesões teciduais e, associada às complicações sistêmicas, colocar em risco a vida do paciente. Objetivo: analisar, in vivo e in vitro, a expressão e o mecanismo de ação da proteína endógena galectina-1 (Gal-1) nos rins e nas células epiteliais tubulares renais, em condições normais e após lesão causada pelo processo de IR. Metodologia: Para os experimentos in vivo, ratos Wistar machos, pesando 200-220g, serão distribuídos em quatro grupos (08 ratos/grupo), sacrificados após 48 horas do procedimento de IR, conforme segue: SHAM (cirurgia de IR sem clampeamento + soro fisiológico); IR (soro fisiológico + IR), IR + GAL-1 (100 mg Gal-1 30 min antes da IR), IR + DEX (dexametasona 100 mg 30 min antes da IR). Os seguintes parâmetros serão avaliados: função renal por meio da quantificação da microalbuminúria e depuração de creatinina; lesão renal por análise histopatológica da necrose tubular aguda e do influxo de neutrófilos; lesão renal por análise do influxo de macrófagos por imuno-histoquímica; dosagens urinária de KIM-1 (molécula 1 de lesão tubular proximal - marcador para a lesão tubular proximal e lesão renal aguda); citocinas/quimocinas pró-inflamatórias (IL-1B, IL-6, TNF-alfa e MCP-1) e anti-inflamatórias (IL-4 e IL-10), pelo sistema MAGPIX; expressão de Gal-1 endógena por imuno-histoquímica; expressão das moléculas de adesão integrina ²2 e L-selectina nos leucócitos do sangue por citometria de fluxo; imuno-histoquímica para molécula de adesão intercelular ICAM-1, que é expressa no rim e interage com a integrina ²2 dos leucócitos durante a migração celular. Para os estudos in vitro, avaliaremos os efeitos anti-inflamatórios da administração da hrGal-1 nas células tubulares proximais renais humanas (linhagem HK-2), comparando com o efeito da dexametasona, nos períodos 0, 2, 8, 16 e 24 horas após hipóxia-reoxigenação (HR), abordando os seguintes aspectos: expressão da Gal-1 por meio de Western blotting; expressão de ICAM-1 por imunofluorescência; dosagens do marcador KIM-1, citocinas/quimocinas pró-inflamatórias (IL-1B, IL-6, TNF-alfa e MCP-1) e anti-inflamatórias (IL-4 e IL-10) pelo sistema MAGPIX, nos sobrenadantes obtidos das culturas de células. Com essas considerações, propomos que esse estudo não somente permitirá entender os mecanismos envolvidos na gênese da lesão por IR, como também as moléculas que são capazes de modular o processo e que podem ser alvo de estudo de potenciais agentes terapêuticos no controle da lesão.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Descoberto alvo terapêutico potencial para insuficiência renal aguda 

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
CARLOS, CARLA P.; SILVA, ANALICE A.; GIL, CRISTIANE D.; OLIANI, SONIA M. Pharmacological treatment with galectin-1 protects against renal ischaemia-reperfusion injury. SCIENTIFIC REPORTS, v. 8, JUN 22 2018. Citações Web of Science: 1.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.