Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo dos transtornos de humor durante a perimenopausa: possível influência da interação entre glicocorticóides e os sistemas serotoninérgico e noradrenérgico

Processo: 11/51789-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2012
Vigência (Término): 30 de novembro de 2014
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia de Órgãos e Sistemas
Pesquisador responsável:Janete Aparecida Anselmo Franci
Beneficiário:Karin Viana Weissheimer
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto (FORP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Perimenopausa   Glucocorticoides   Locus cerúleo   Núcleo dorsal da rafe   Depressão

Resumo

Mulheres em perimenopausa são mais vulneráveis à depressão devido, principalmente, às flutuações nos níveis plasmáticos dos esteróides ovarianos, que podem afetar as concentrações de neurotransmissores moduladores do humor em diversas regiões encefálicas. Existe uma interação entre decréscimo dos hormônios gonadais e elevação dos hormônios do estresse predispondo às doenças afetivas no sexo feminino. Evidências indicam que a deficiência na regulação inibitória dos glicocorticóides sobre o eixo hipotálamo-hipófise-adrenal está relacionada com a patogênese da depressão e ansiedade. Corroborando esses dados, neurônios serotoninérgícos e noradrenérgicos, secretores de neurotransmissores envolvidos nos distúrbios de humor, também recebem influência modulatória dos glicocorticóides. O presente projeto visa investigar a participação dos glicocorticóides no controle da depressão em um modelo experimental de perimenopausa induzida por injeções de diepóxido de 4-vinilciclohexeno (VCD) em ratas. Para tanto, avaliaremos a expressão imunohistoquímica de receptores de glicocorticóides no hipocampo, córtex pré-frontal medial, locus coeruleus e núcleo dorsal da rafe (NDR). Também investigaremos possíveis modificações na atividade serotoninérgica e noradrenérgica por meio da análise da expressão imunohistoquímica de tirosina hidroxilase no locus coeruleus e triptofano hidroxilase no NDR, bem como de fibras serotoninérgica e noradrenérgica no hipocampo e no córtex pré-frontal mediai. Espera-se que este estudo evidencie alterações neurobiológicas que podem ocorrer na perimenopausa, de modo a auxiliar no esclarecimento dos mecanismos envolvendo os glicocorticóides e suas interações com os sistemas serotoninérgico e noradrenérgico na etiologia dos distúrbios do humor neste período da vida. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Grupo investiga efeito da reposição hormonal no cérebro