Busca avançada
Ano de início
Entree

Revisão anatômica e posicionamento filogenético dos Rhinobatiformes (Chondrichthyes: Batoidea) do Araripe (Grupo Santana, Formação Romualdo, Cretáceo Inferior)

Processo: 11/19755-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2012
Vigência (Término): 30 de junho de 2015
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Zoologia - Paleozoologia
Pesquisador responsável:Marcelo Rodrigues de Carvalho
Beneficiário:Carolina Rettondini Laurini
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):12/23839-3 - Revisão anatômica e posicionamento filogenético dos Rhinobatiformes (Chondrichthyes: Batoidea) do Araripe (grupo Santana, formação ROMUALDO, Cretáceo inferior), BE.EP.DR
Assunto(s):Batoidea

Resumo

Os Chondrichthyes são componentes comuns das faunas aquáticas desde o Paleozóico. No entanto, devido à natureza cartilaginosa do esqueleto o registro paleontológico dos mesmos restringe-se, basicamente, às partes mineralizadas como dentes, dentículos dérmicos e os espinhos cefálicos ou das nadadeiras. Excepcionalmente, ocorre a preservação de esqueletos articulados, como os esqueletos parciais da raia-viola Iansan beurleni (Batoidea) que serão tratados aqui. Existe um grande número de espécimes bem preservados atribuídos a essa espécie já coletados, no entanto as poucas publicações acerca desse material são superficiais. Dessa forma, o presente projeto objetiva, primeiramente, a descrição anatômica dos esqueletos parciais de Iansan beurleni coletados na região nordeste provenientes de rochas do Cretáceo Inferior (Formação Romualdo, Bacia do Araripe), da Chapada do Araripe. Este trabalho tem como enfoque uma comparação morfológica minuciosa entre os espécimes de Iansan beurleni e outros táxons de Rhinobatiformes fósseis, assim como táxons viventes atribuídos ao grupo. Para o estudo comparativo serão analisados espécimes fósseis depositados em coleções paleontológicas de museus nacionais e internacionais, além de exemplares recentes dissecados e diafanizados. Adicionalmente, pretende-se utilizar imagens tridimensionais de espécimes fósseis bem preservados através de CTScan, para um estudo morfológico comparativo mais completo. Objetiva-se ainda realizar um estudo de cunho evolutivo a fim de posicionar filogenéticamente os espécimes estudados entre os 'Rhinobatiformes' e Batoidea. Os resultados dessas análises filogenéticas poderão auxiliar no entendimento da evolução do grupo, visto que as inter-relações entre os táxons incluídos em Batoidea não são consensuais, e uma das principais controvérsias envolve a monofilia, composição e posicionamento dos 'Rhinobatiformes'.

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
LAURINI, Carolina Rettondini. Um novo olhar sobre as raias-viola (Chondrichthyes,Batoidea) do Araripe, Cretáceo Inferior do Nordeste do Brasil. 2015. Tese de Doutorado - Universidade de São Paulo (USP). Instituto de Biociências São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.