Busca avançada
Ano de início
Entree

Ação de peptídeos bioativos do grão de amaranto (Amaranthus cruentus L. BRS Alegria) submetido a diversos processos térmicos na solubilização micelar do colesterol

Processo: 10/14474-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2012
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2013
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Ciência e Tecnologia de Alimentos - Ciência de Alimentos
Pesquisador responsável:José Alfredo Gomes Arêas
Beneficiário:Amanda Caroline Cardoso Corrêa Carlos Menezes
Instituição-sede: Faculdade de Saúde Pública (FSP). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Alimentos funcionais   Amaranto   Peptídeos bioativos

Resumo

As doenças cardiovasculares respondem pelo maior percentual de óbitos no Brasil. Há um vasto conjunto de evidências que apontam fatores fisiológicos, como obesidade e dislipidemia, como os grandes contribuintes aos agravos cardiovasculares e indicam, também, que o consumo de vegetais, principalmente de suas proteínas, age de forma protetora na magnitude destes agravos. Entre estas proteínas encontra-se a do grão de amaranto, cuja ação hipocolesterolemizante vem sendo consistentemente demonstrada, embora não se saiba, até o momento, quais os mecanismos envolvidos. Uma das possibilidades é o da ação de peptídeos, originários de digestão incompleta da proteína do amaranto, que controlariam o nível do colesterol plasmático, reduzindo a sua solubilização no lume intestinal e a sua síntese endógena, baixando os níveis de partículas aterogênicas no organismo. O amaranto é tradicionalmente consumido após processamento térmico. Assim, o presente trabalho se propõe a verificar as possíveis mudanças ocorridas na solubilização micelar in vitro do colesterol (o melhor indicador da sua redução de absorção intestinal) por peptídeos oriundos da hidrólise da proteína do grão de amaranto previamente submetido a diversos processos térmicos: estourado, tostado e extrusado.

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
MENEZES, Amanda Caroline Cardoso Corrêa Carlos. Efeito do hidrolisado proteico do grão de amaranto (Amaranthus cruentes L. BRS Alegria) processado na solubilização micelar do colesterol e na ação da HMGR. 2013. Dissertação de Mestrado - Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Saúde Pública São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.