Busca avançada
Ano de início
Entree

Ação de Fas e TNF na apoptose de linfócitos TCD4 e TCD8 do sangue e baço de cães com leishmaniose visceral

Processo: 11/02321-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2012
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2012
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Imunologia - Imunologia Celular
Pesquisador responsável:Valéria Marçal Felix de Lima
Beneficiário:Kathlenn Liezbeth Oliveira da Silva
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia (FOA). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araçatuba. Araçatuba , SP, Brasil
Assunto(s):Fãs   Cães   Apoptose   Fatores de necrose tumoral   Leishmaniose visceral

Resumo

RESUMOA Leishmaniose visceral canina (LVC) é uma das mais importantes doenças emergentes, com alta prevalência nos países da América Latina, sendo causada principalmente pela Leishmania (L.) chagasi. A LVC tem um grande impacto sobre a Saúde Pública, em virtude dos cães domésticos serem os mais importantes reservatórios da doença, tanto nas zonas urbanas quanto nas peri-urbanas. Portanto, o cão é um alvo importante para a adoção de medidas de controle. Cães infectados sintomáticos mostram uma supressão da imunidade mediada por células, a apoptose de linfócitos T tem sido associada a supressão da resposta celular em infecção experimental. Para investigar se a apoptose dos linfócitos T está envolvida com a supressão da resposta celular de cães naturalmente infectados a apoptose de células T CD4 e T CD8 de sangue periférico, e do baço de cães naturalmente infectados com L. (L.) chagasi com manifestações clínicas serão quantificadas e comparadas a de saudável cães. Os mecanismos indutores da apoptose também serão avaliados. Quinze cães adultos sintomáticos infectados por L. (L.) chagasi e seis cães sadios de área não endêmica (controles) serão incluídos no estudo. Amostras provenientes de baço e sangue periférico serão utilizadas para quantificação da apoptose e investigação dos possíveis mecanismos indutores do processo. Em cães naturalmente infectados a supressão imunológica observada pode ter relação com o mecanismo de apoptose de linfócitos T, a constante estimulação devido à característica crônica da infecção pode desencadear a apoptose e colaborar na falha da imunidade celular, a definição de qual população está sofrendo apoptose e a caracterização dos mecanismos indutores pode ser importante para a compreensão dos fatores responsáveis pela supressão da imunidade celular. O entendimento de tal mecanismo em cães infectados pode permitir futuras intervenções terapêuticas para reduzir a depleção dos linfócitos.Palavras-chave: Leishmaniose Visceral Canina, baço, apoptose, FAS, TRAIL

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
OLIVEIRA SILVA, KATHLENN LIEZBETH; MELO, LARISSA MARTINS; PEROSSO, JULIANA; OLIVEIRA, BRUNA BRITO; PATTO DOS SANTOS, PAULO SERGIO; EUGENIO, FLAVIA DE REZENDE; FELIX DE LIMA, VALERIA MARCAL. CD95 (FAS) and CD178 (FASL) induce the apoptosis of CD4+and CD8+cells isolated from the peripheral blood and spleen of dogs naturally infected with Leishmania spp. Veterinary Parasitology, v. 197, n. 3-4, p. 470-476, NOV 8 2013. Citações Web of Science: 5.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.