Busca avançada
Ano de início
Entree

Políticas de transição para uma economia sem crescimento: análise das propostas relacionadas ao consumo, emprego, tecnologia e desigualdade social

Processo: 11/03842-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2012
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2013
Área do conhecimento:Ciências Sociais Aplicadas - Economia - Economias Agrária e dos Recursos Naturais
Pesquisador responsável:Ademar Ribeiro Romeiro
Beneficiário:Beatriz Macchione Saes
Instituição-sede: Instituto de Economia (IE). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Economia ecológica   Meio ambiente   Crescimento econômico

Resumo

A intensificação dos problemas ambientais diante da crescente necessidade de aumento da produção material e ernergética traz à tona o problema dos limites de capacidade natural de suprimento do planeta Terra. Segundo o economista-ecológico Herman Daly, como um subsistema do ecossistema, a atividade econômica não pode crescer infinitamente. No entanto, além do fato de o PIB ainda ser a medida de sucesso dos governos, parece inviável manter a estabilidade econômica e social num cenário de estagnação ou decrescimento. Diante do desafio de refletir sobre o funcionamento de uma economia sem crescimento nos países desenvolvidos, vem sendo formada uma literatura que discute políticas necessárias para a transição rumo a uma economia sustentável. Porém, as inúmeras propostas ainda não constituem um conjunto sólido de políticas capazes de serem implantadas e, por isso, organizá-las e discuti-las é uma tarefa relevante, tanto para identificar avanços do debate e experiências significativas em alguns países, como para identificar pontos que merecem maior atenção ou que não têm sido contemplados da maneira devida. Dessa forma, pretendemos, a partir da análise e discussão da bibliografia e dos exemplos fornecidos por estes trabalhos, responder a seguinte pergunta: os estudos sobre a transição para uma economia sem crescimento nos países desenvolvidos fornecem propostas suficientes para superar os desafios de ampliar o bem-estar, o emprego, a inovação tecnológica e de diminuir a desigualdade social diante da redução do crescimento e quais são os limites dessas propostas?

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
SAES, Beatriz Macchione. Macroeconomia ecológica : o desenvolvimento de abordagens e modelos a partir da economia ecológica. 2013. Dissertação de Mestrado - Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Instituto de Economia.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.