Busca avançada
Ano de início
Entree

Redes sociais e mercado de trabalho: um estudo de caso entre (ex) beneficiários do Programa Bolsa Família

Processo: 11/04923-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2012
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2013
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Sociologia
Pesquisador responsável:Nadya Araujo Guimarães
Beneficiário:Ian Prates Cordeiro Andrade
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Pobreza   Mercado de trabalho   Redes sociais

Resumo

O objetivo teórico geral deste projeto é discutir os elos entre pobreza, políticas publicas e redes de sociabilidade. Para tanto pretende-se analisar as chances de saída do Programa Bolsa Família em direção a posições mais seguras no mercado de trabalho, explorando o papel que cumprem as redes pessoais no processo de mobilidade ocupacional, entre beneficiários e ex-beneficiários do Programa na Cidade de São Paulo, maior mercado metropolitano brasileiro. O desenho metodológico envolverá dois tipos de abordagem. Uma primeira, quantitativa e de amplo escopo, buscará, mediante procedimentos estatísticos de análise multivariada, comparar chances de saída (e características a elas associadas) entre participantes do Programa na Cidade de São Paulo e no Brasil como um conjunto, lançando mão, para tal, dos dados do CadUnico para Brasil e município de São Paulo. Um segundo tipo de abordagem, qualitativo, se sustentará em entrevistas em profundidade com um grupo seleto de beneficiários e ex-beneficiários na cidade de São Paulo, de modo a identificar (i) a configuração das suas redes de relacionamento, (ii) os significados atribuídos às mesmas e as circunstancias em que elas são mobilizadas em distintos momentos de suas trajetórias, bem como (iii) a representação que os indivíduos têm do "trabalho" e das suas trajetórias individuais; através do recurso à metodologia de análise de redes, pretende-se demonstrar que diferenças na configuração das redes pessoais e no modo como se dá a mobilização dos recursos relacionais com vistas a ultrapassar as barreiras de entrada (e não apenas os atributos individuais) afetam as chances de alcançar postos mais vantajosos no mercado de trabalho.

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
ANDRADE, Ian Prates Cordeiro. Estrutura ocupacional e pobreza na região metropolitana de São Paulo, 1991-2010. 2013. Dissertação de Mestrado - Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.