Busca avançada
Ano de início
Entree

Cancro cítrico: análise da interação planta-patógeno revelada pelo transcriptoma do patógeno e do hospedeiro

Processo: 11/05477-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2012
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2013
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Molecular e de Microorganismos
Pesquisador responsável:Jesus Aparecido Ferro
Beneficiário:Mayara Mari Murata
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias (FCAV). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Jaboticabal. Jaboticabal , SP, Brasil
Assunto(s):Transcriptoma   Análise de sequência de RNA   Interação planta-patógeno   Cancro (doença de planta)

Resumo

O cancro cítrico, causada pela bactéria Xanthomonas citri subsp. citri (Xac), é uma das principais doenças que acometem a citricultura mundial. A busca por plantas cítricas comerciais resistentes ao cancro cítrico tem sido um dos principais objetivos dos programas de melhoramento de citros devido aos grandes prejuízos causados pela doença. No entanto, esta estratégia não tem produzido resultado até o momento, devido principalmente à poliembrionia e longo período juvenil do gênero Citrus, o que dificulta a seleção de genótipos por hibridação convencional. A identificação dos genes de Xac envolvidos na patogenicidade e virulência e a identificação dos sistemas de defesa ativados na planta em resposta ao patógeno é importante tanto para a compreensão do patossistema como para o desenvolvimento de estratégias que venham a controlar o cancro cítrico. Desta forma, o presente projeto tem como objetivo investigar, através da tecnologia de RNA-Seq (Whole Transcriptome Shotgun Sequencing), a expressão temporal de genes de Xac e de variedades de laranja doce (Citrus sinensis) resistentes e suscetíveis ao cancro cítrico. Suspensões do isolado 306 de Xac serão inoculadas em folhas de laranja doce da variedade resistente Shamouti e da variedade suscetível Hamlin e estas serão coletadas às 6, 12, 24, 48 e 72 horas após a inoculação da bactéria. O RNA total das folhas inoculadas será extraído pelo método do Trizol e a separação dos mRNAs da planta e da bactéria será feita por cromatografia em colunas de oligo (dT) celulose. Os genes expressos serão sequenciados pela técnica de nova geração RNA-Seq utilizando a plataforma HiScanSQ System (Illumina). Após o sequenciamento, a ferramenta BLAST será utilizada para identificar os genes de Xac e de citros expressos em cada tempo. Para sequências de Xac a comparação será com o genoma de Xac isolado 306 e para sequências de citros, a comparação será com o GenBank e com o genoma de Citrus sinensis já disponível.

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
MURATA, Mayara Mari. Transcriptoma da interação de tangerina satsuma (Citrus unshiu) e laranja doce Hamlin (Citrus sinensis) infectadas com Xanthomonas citri subsp. citri, agente causal do cancro cítrico. 2013. Dissertação de Mestrado - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias..

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.