Busca avançada
Ano de início
Entree

Verificação da capacidade do conjugado O26-BSA em induzir anticorpos capazes de inibir a adesão de E. coli O26 à células epiteliais humanas

Processo: 11/06460-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2012
Vigência (Término): 31 de julho de 2012
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Imunologia - Imunologia Aplicada
Pesquisador responsável:Marta de Oliveira Domingos
Beneficiário:Tiago Antonio Martinhago Broring
Instituição-sede: Instituto Butantan. Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Células epiteliais   Anticorpos   Adesão celular   Escherichia coli   Virulência

Resumo

E. coli pertencentes ao sorogrupo O26 são responsáveis por casos de morte infantil em países subdesenvolvidos e surtos de diarreia com sangue e síndrome hemolítica uremias em países desenvolvidos. No Brasil, E. coli O26 são frequentemente isoladas em crianças com diarreia e no gado, sendo que podem sobreviver no solo contaminado com as fezes desses animais por até um ano. Três patótipos distintos podem ser encontrados nesse sorogrupo, sendo eles: E. coli enteropatogênica atípica (EPEC) e E. coli enteroemorrágica (EHEC) e E. coli enterotoxigênica (ETEC). Em acréscimo, esse sorogrupo de E. coli possui uma grande variedade de clones emergentes considerados patógenos de alto risco. Devido ao impacto global desses patógenos na saúde pública e a falta de saneamento básico nos países subdesenvolvidos, a melhor forma de se combater a diarreia causada por E. coli pertencentes a esse sorogrupo é a vacinação. Todavia, a vacina contra esses patógenos deve gerar anticorpos capazes de reconhecer todas as variantes de E. coli O26independente do mecanismo de virulência das mesmas. Foi demonstrado em nosso laboratório que anticorpos contra o polissacarídeo O111 do LPS de E.coli foram capazes de inibir a adesão a células epiteliais humanas de EPEC,EHEC e EAEC (E. coli enteroagregativa) pertencentes a esse sorogrupo. No entanto, esses anticorpos não foram capazes de inibir a adesão de bactérias pertencentes a um sorogrupo heterólogos. Esses resultados sugerem que a formulação de uma vacina contra o antígeno O de E. coli é capaz de reconhecer e inibir a adesão de todas as cepas dentro de um mesmo sorogrupo, independente do mecanismo de virulência das mesmas. Nesse projeto, determinaremos, a capacidade de anticorpos contra o antígeno O26 de E. coli de inibir a adesão a células epiteliais humanas, de EHEC, EPEC e ETEC pertencentes a esse sorogrupo.(AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)