Busca avançada
Ano de início
Entree

Epidemiologia clássica e molecular de Pseudomonas aeruginosa isoladas de pacientes com fibrose cística

Processo: 11/13808-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2012
Vigência (Término): 31 de julho de 2013
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia - Microbiologia Aplicada
Pesquisador responsável:Ana Lúcia da Costa Darini
Beneficiário:Natália Candido Caçador
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Pseudomonas aeruginosa   Epidemiologia   Biofilmes   Fibrose cística

Resumo

A fibrose cística (FC) é uma doença genética autossômica recessiva grave e que diminui muito a expectativa de vida do indivíduo acometido. Mutações no gene CFTR (do inglês Cystic Fibrosis Transmembrane condutance Regulator) determinam a transmissão da doença. Este gene codifica uma proteína que, entre diversas funções, regula a movimentação de água e íons, como cloro (Cl-) e sódio (Na+), pelo epitélio de múltiplos órgãos. A mutação faz com que haja uma interrupção da transferência normal desses íons através das membranas celulares, levando à desidratação e aumento da viscosidade das secreções celulares. Nos pulmões, isso resulta na secreção de muco mais espesso e uma drástica diminuição na sua remoção, facilitando a colonização bacteriana crônica e infecção. P. aeruginosa é o patógeno mais encontrado nos pulmões de pacientes com FC e é responsável pela morbidade e mortalidade associada à doença. No Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (HCFMRP-USP) há interesse e necessidade de conhecer detalhes sobre as bactérias, envolvidas em infecções pulmonares, isoladas dos pacientes com FC. O presente estudo tem como objetivos isolar e identificar P. aeruginosa, avaliar a capacidade de formação de biofilmes dos isolados e o perfil de sensibilidade das bactérias do biofilme frente aos principais antimicrobianos utilizados no tratamento dos pacientes, avaliar a sensibilidade a antimicrobianos das linhagens de P. aeruginosa mucóide e não-mucóide, investigar genótipos de virulência e investigar relações genéticas entre os isolados. Este estudo poderá fornecer dados sobre a epidemiologia e relação genética entre isolados de pacientes com FC e expectativa de contribuição para melhoria na qualidade de vida dos pacientes de FC deste hospital.