Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização da autofagia em hipotálamo de diferentes modelos animais de obesidade

Processo: 11/14565-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2012
Vigência (Término): 31 de julho de 2013
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Metabolismo e Bioenergética
Pesquisador responsável:Marciane Milanski Ferreira
Beneficiário:Mariana Portovedo de Oliveira Araújo
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Aplicadas (FCA). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Limeira , SP, Brasil
Assunto(s):Hipotálamo   Obesidade   Autofagia

Resumo

A obesidade e o diabetes tipo 2 estão associados com ativação de vias de sinalização inflamatórias e aumento de produção de citocinas. Por sua vez, a inflamação hipotalâmica está associada com um descontrole nos mecanismos da fome e termogênese e consequentemente, com o desenvolvimento de obesidade. Os ácidos graxos saturados de cadeia longa levam à ativação da sinalização de TLR4, estresse de RE e resistência à leptina no hipotálamo, que são importantes vias que levam à inflamação hipotalâmica. A autofagia é um processo celular no qual proteínas e organelas são degradadas pelas proteases lisossomais e no SNC é importante para a homeostase neuronal e para o controle de qualidade proteica e está intimamente relacionada com o sistema imune e a inflamação. A alteração no processo de autofagia está associada com inflamação, diabetes tipo 2 e obesidade, e no sistema nervoso central com doenças neurodegenerativas. Os estudos mostram que mo aumento de mediadores inflamatórios pode comprometer a homeostase neuronal por influenciar negativamente a degradação e reciclagem de agregados proteicos neuronais, através da inibição da autofagia. Nesse contexto, o objetivo desse trabalho é estudar essa importante via de homeostase celular em hipotálamo de diferentes modelos animais de obesidade.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
PORTOVEDO, MARIANA; IGNACIO-SOUZA, LETICIA M.; BOMBASSARO, BRUNA; COOPE, ANDRESSA; REGINATO, ANDRESSA; RAZOLLI, DANIELA S.; TORSONI, MARCIO A.; TORSONI, ADRIANA S.; LEAL, RAQUEL F.; VELLOSO, LICIO A.; MILANSKI, MARCIANE. Saturated Fatty Acids Modulate Autophagy's Proteins in the Hypothalamus. PLoS One, v. 10, n. 3 MAR 18 2015. Citações Web of Science: 23.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
ARAÚJO, Mariana Portovedo de Oliveira. Modulação da autofagia hipotalâmica em camundongos alimentados com dieta hiperlipídica. 2013. Dissertação de Mestrado - Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Faculdade de Ciências Aplicadas.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.