Busca avançada
Ano de início
Entree

Biogênese mitocondrial e marcadores de stress oxidativo em ratos treinados e suplementados com L-arginina

Processo: 11/14895-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2012
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2014
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia de Órgãos e Sistemas
Pesquisador responsável:Angelina Zanesco
Beneficiário:Carmem Peres Valgas da Silva
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Rio Claro. Rio Claro , SP, Brasil
Assunto(s):Exercício físico   Óxido nítrico   L-arginina   Estresse oxidativo

Resumo

Vários estudos demonstram que a suplementação com a L-Arginina (L-Arg), associada ou não à atividade física regular, traz benefícios no controle do perfil lipídico e da massa corporal gorda em humanos e modelos animais, além de melhorar a capacidade física, o perfil lipídico e a expressão de alguns marcadores de defesa antioxidante, como a superóxido dismutase (SOD). O exercício físico e as espécies reativas de oxigênio estimulam a ativação da biogênese mitocondrial no músculo esquelético. A partir da ativação da PGC-1±, esta que leva ao aumento da expressão dos fatores de respiração nuclear (NRF-1 e NRF-2) e então à ativação do fator de transcrição mitocondrial A (mtTFA). O óxido nítrico (NO), cujo precursor é a L-arginina, e o exercício aeróbio, estão diretamente relacionados ao aumento dos coativadores da biogênese mitocondrial. Assim, o objetivo deste estudo é investigar se a suplementação oral com L-Arg, associada ao exercício físico aeróbio, promove aumento de alguns marcadores da biogênese mitocondrial, melhoria no perfil lipídico, diminuição dos marcadores de stress oxidativo, defesa antioxidante e aumento da tolerância ao exercício. Para isso, ratos serão submetidos à suplementação oral crônica com L-Arg associada ou não a um programa de treinamento físico por 8 semanas. No início, meio e final do tratamento, será realizado um teste de esforço com velocidade incremental em esteira ergométrica até a exaustão e após 48 horas de repouso, os animais serão sacrificados, o músculo gastrocnêmico será removido e o sangue retirado para avaliações plasmáticas do perfil lipídico, TBARS e nitrito e nitrato. A expressão das proteínas responsáveis pela biogênese mitocondrial mtTFA, subunidade C da ATP sintase, NOS endotelial e NOS neuronal, CuZn-SOD e MnSOD serão avaliadas por western blotting do músculo gastrocnêmico separado em citoplasma e fração enriquecida de mitocôndrias.

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
CARMEM PERES VALGAS DA SILVA. Biogênese mitocondrial e marcadores de estresse oxidativo em ratos treinados e suplementados com L-Arginina. 2014. 85 f. Dissertação de Mestrado - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Instituto de Biociências (Campus de Rio Claro)..

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.