Busca avançada
Ano de início
Entree

Purificação, cristalização e análise da atividade enzimática dos domínios ETHE1 e DUF442 da proteína BLH de Xylella Fastidiosa e Agrobacterium tumefaciens

Processo: 11/14969-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2012
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2014
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Biologia Molecular
Pesquisador responsável:Celso Eduardo Benedetti
Beneficiário:Nayara Patricia Vieira de Lira
Instituição-sede: Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais (CNPEM). Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (Brasil). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Agrobacterium tumefaciens   Xylella fastidiosa

Resumo

Xylella fastidiosa e Agrobacterium tumefaciens são bactérias gram-negativas patogênicas a diversas plantas. X. fastidiosa coloniza o xilema de plantas hospedeiras causando a oclusão dos vasos, o que contribui para o desenvolvimento de doenças como a Clorose Variegada do Citros (CVC). A. tumefaciens também coloniza tecidos vasculares, sobretudo de raízes, e induz uma espécie de neoplasia celular conhecida como Galha da Coroa. Nosso grupo de pesquisa descobriu que tanto Xylella quanto Agrobacterium apresentam um operon denominado "bigR" necessário para a detoxificação de gás sulfídrico, um composto tóxico que inibe o citocromo C oxidase bloqueando a respiração aeróbica. Verificamos que o operon bigR é necessário para catalisar a formação e secreção de sulfito a partir de gás sulfídrico, permitindo que as células cresçam em ambientes com baixa tensão de oxigênio, como é o caso do tecido vascular das plantas. Embora muito se saiba sobre a regulação transcricional dos genes do operon bigR, pouco se conhece ainda sobre a função da proteína BLH (beta-lactamase-like hydrolase), responsável pela conversão de gás sulfídrico em sulfito. BLH apresenta dois domínios funcionais, o domínio N-terminal DUF442, supostamente com atividade de rodanase, e o domínio C-terminal ETHE1, com provável função de dioxigenase de enxofre. Apesar de algumas estruturas de domínios protéicos semelhantes a DUF442 e ETHE1 terem sido relatadas, não se sabe ainda como a reação de conversão de gás sulfídrico em sulfito se processa e quais mecanismos catalíticos estão envolvidos nesse processo. Este projeto visa, portanto, a expressão, purificação e a cristalização dos domínios ETHE1 e DUFF442 das proteínas BLH de X. fastidiosa e A. tumefaciens para análises estruturais e de atividade enzimática. Esperamos obter dados de atividade enzimática desses domínios que nos permita comprovar suas ações de rodanase e dioxigenase de enxofre, respectivamente.

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
LIRA, Nayara Patricia Vieira de. Expressão, purificação e ensaio de atividade dos domínios DUF442 e ETHE1 da proteína Blh de Xylella fastidiosa e Agrobacterium tumefaciens. 2014. Dissertação de Mestrado - Universidade Estadual de Campinas. Instituto de Biologia.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.