Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito da infecção com Candida albicans no desenvolvimento da Encefalite Autoimune Experimental.

Processo: 11/15021-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2012
Vigência (Término): 30 de setembro de 2013
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Imunologia - Imunologia Celular
Pesquisador responsável:Alexandrina Sartori
Beneficiário:Thais Fernanda de Campos Fraga da Silva
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IBB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Esclerose múltipla

Resumo

A esclerose múltipla (EM) é uma doença autoimune grave que acomete o sistema nervoso central (SNC). Acredita-se que fatores ambientais tais como agentes infecciosos possam agravar ou até mesmo desencadear esta patologia. Evidências observadas em pacientes e em modelos experimentais indicam que os fungos podem contribuir com a patogênese da EM. Neste contexto, o objetivo deste projeto é avaliar o efeito da Candida albicans no desenvolvimento da encefalite autoimune experimental (EAE), modelo utilizado para estudos desta patologia. Para isto, camundongos C57BL/6 serão infectados com C. albicans antes da indução da EAE, no período da fase aguda da doença e também na fase crônica desta doença. O efeito da infecção sobre a EAE será avaliado através de parâmetros clínicos (peso e escore clínico), análise histopatológica (processo inflamatório, grau de desmielinização e presença de fungos). Também serão avaliados os perfis de produção de citocinas por órgãos linfóides secundários (baço e linfonodos) e caracterizados os perfis de células dendríticas no sangue periférico.