Busca avançada
Ano de início
Entree

Formação inicial de futuros professores de física: estudo do curso de licenciatura em física - UNESP/FCT - Presidente Prudente

Processo: 11/15062-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2012
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2014
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Educação - Ensino-aprendizagem
Pesquisador responsável:Paulo Cesar de Almeida Raboni
Beneficiário:Néryla Vayne Justino Alves
Instituição-sede: Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Presidente Prudente. Presidente Prudente , SP, Brasil
Assunto(s):Avaliação do professor   Formação de professores

Resumo

Dados atuais de pesquisas em ensino de física e de relatórios governamentais (Nardi, 2008; Inep, 2007) mostram que a evasão nas licenciaturas em física é uma das mais altas entre os cursos superiores no Brasil. Mostram ainda que o percentual de professores em atuação com formação em física é muito baixo, próximo de 10%. Para essa elevada evasão e para a pouca motivação para o ingresso no magistério, contribuem fatores internos das licenciaturas, e fatores externos, como salário, condições de trabalho, status da profissão, número de classes e de alunos. Nesta pesquisa, serão nosso objeto de estudo fatores internos que constituem uma licenciatura em física, que podem atrair os licenciandos para o magistério, ou, pelo contrário, acentuar a migração para outras áreas. Este projeto terá como sujeitos, professores e alunos do curso de licenciatura em física da UNESP/FCT. Trata-se de um curso relativamente novo, com o início da primeira turma em 2002. No entanto, já se formaram seis turmas e ainda não houve nenhum estudo sistemático sobre como tem sido a formação dos licenciados em física da UNESP de Presidente Prudente. Sabe-se que a maioria dos professores que lecionam nesse curso são pesquisadores de áreas relacionadas com a física, com concentração em ciência dos materiais (cerâmicas e polímeros). Todavia, estão formando professores. Mesmo que lecionem disciplinas conceituais ou experimentais de física, o modo como eles ensinam influenciará na formação desses futuros profissionais. Com pouco contato com as inovações das práticas pedagógicas, da didática como mediação do conhecimento, algumas questões podem ser colocadas: Como estão ensinando seus alunos? Será que contextualizam o conteúdo? Refletem sobre sua prática pedagógica? Os conhecimentos prévios dos alunos são valorizados? Pensam na avaliação que estão aplicando aos seus alunos? Além da formação conceitual de física, o curso ainda possui uma carga horária de disciplinas pedagógicas oferecidas por outro departamento (Educação). Em relação a essas disciplinas, surgem novas questões. Como esses professores lecionam para esse curso? Em que se baseiam para ensinar? Os estágios são bem aproveitados? Como ajudam os alunos de um curso de licenciatura para que ao término de quatro anos estejam preparados para atuar na rede pública e particular "dando" aulas de uma disciplina tão complexa como é a física? Nesse sentido, a partir desses problemas e dificuldades relacionadas com o curso de licenciatura em física, é proposto esse projeto, para investigar algumas dessas questões e analisar que implicações têm sobre a formação dos futuros professores de física. Trata-se de uma pesquisa qualitativa com características de estudo de caso. Para a coleta de informações serão utilizadas entrevistas semi-estruturadas com professores e alunos, complementadas com documentos que fazem parte do processo de criação do curso, bem como de suas reformas curriculares: projetos pedagógicos, ementas das disciplinas e estrutura curricular. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
ALVES, Néryla Vayne Justino. Formação inicial de professores : o curso de licenciatura em física – UNESPFCT – Presidente PrudenteSP em questão. 2014. 254 f. Dissertação de Mestrado - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Faculdade de Ciências e Tecnologia..

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.