Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos do estresse crônico repetido no músculo masseter em hipofunção mastigatória

Processo: 11/15209-7
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2012
Vigência (Término): 30 de junho de 2013
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Morfologia - Anatomia
Pesquisador responsável:Mamie Mizusaki Iyomasa
Beneficiário:Ricardo Alexandre Junqueira Calzzani
Instituição Sede: Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto (FORP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Eros   Imuno-histoquímica   Maloclusão   Músculo masseter
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Eros | Imunoistoquímica | Maloclusão | Met | músculo masséter | Pesquisa Experimental e Animais

Resumo

O estresse de natureza repetida parece favorecer a hiperalgesia e alodinia. De fato, evidências clínicas têm demonstrado que, o estresse físico e o emocional, podem estar associados com a alteração da função muscular mastigatória em indivíduos submetidos a diferentes situações cotidianas. No entanto, alterações morfológicas em músculos da mastigação induzidos pela alteração oclusal e associados ao estresse emocional, ainda é escasso na literatura. Assim, o objetivo deste trabalho será investigar o efeito do estresse crônico em músculo masseter de animais submetidos ou não à exodontia unilateral, por meio de análises morfológicas, imunoistoquímicas, histoquímicas, e avaliação das atividades gelatinolíticas totais e da mieloperoxidade. Serão utilizados 20 ratos machos Wistar, adultos jovens, pesando em média 200g, divididos aleatoriamente em dois grupos: Grupos Maloclusão (GM): ratos expostos a exodontia unilateral (n=10); e Grupo Sem Maloclusão (GSM): ratos sem exodontia (n=10). Em cada grupo haverá os seguintes subgrupos, com n=5 em cada: I - estresse crônico repetido; II - sem estresse. A exodontia unilateral dos molares superiores esquerdo será realizada sob anestesia intraperitonial com Xilazina 4% (10mg/kg) e Cetamina 10% (80mg/kg). Em ambos os grupos: GM e GSM, os ratos do subgrupo I serão submetidos aos protocolos de estresse rônico repetido a partir do 14º dia após a exodontia. Durante o período experimental os animais serão pesados e posteriormente o m. masseter será coletado para análise por meio das técnicas: HE, Imuno, MET, SDH, NADH, EROS, MPO e GT, sendo que os resultados possibilitarão a avaliação da influência do estresse crônico repetido associado à maloclusão na morfologia das fibras, na densidade dos capilares, na capacidade contrátil das fibras, no metabolismo oxidativo e no processo inflamatório muscular. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
IYOMASA, MAMIE MIZUSAKI; FERNANDES, FERNANDA SILVA; IYOMASA, DANIELA MIZUSAKI; LARA PEREIRA, YAMBA CARLA; RESTREPO FERNANDEZ, RODRIGO ALBERTO; CALZZANI, RICARDO ALEXANDRE; NASCIMENTO, GLAUCE CRIVELARO; ANDRADE LEITE-PANISSI, CHRISTIE RAMOS; MARDEGAN ISSA, JOAO PAULO. Metabolic Changes in Masseter Muscle of Rats Submitted to Acute Stress Associated with Exodontia. PLoS One, v. 10, n. 6, . (11/00856-7, 11/15209-7, 11/18889-9)
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
CALZZANI, Ricardo Alexandre Junqueira. Efeitos morfofisiológicos do estresse crônico e exodontia em músculo masseter de ratos. 2013. Dissertação de Mestrado - Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto (PCARP/BC) Ribeirão Preto.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas utilizando este formulário.