Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos do tratamento com insulina e melatonina sobre os ritmos de temperatura e atividade/repouso em ratos diabéticos

Processo: 11/15462-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2012
Vigência (Término): 30 de junho de 2013
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia de Órgãos e Sistemas
Pesquisador responsável:José Cipolla Neto
Beneficiário:Angela Maria Ramos Lobo
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:09/52920-0 - O papel da melatonina no controle do metabolismo energético: ações centrais, periféricas e a regulação circadiana da função metabólica pineal, diabetes, obesidade e envelhecimento, AP.TEM
Assunto(s):Diabetes mellitus   Estreptozotocina   Neuroendocrinologia

Resumo

Nos mamíferos, o relógio endógeno central localizado nos núcleos supraquiasmáticos hipotalâmicos (NSQ) coordena a ritmicidade biológica, regulando os ritmos circadianos e sazonais além de estabelecer uma importante influência sobre os relógios periféricos. A melatonina, um hormônio produzido pela glândula pineal, é conhecida por ser um importante agente regulador dos ritmos endógenos, incluindo atividade motora e temperatura corporal, sendo a sua produção influenciada por diversos fatores, como por exemplo, o diabetes mellitus tipo I. Essa é uma doença metabólica de alta prevalência mundial, caraterizada pela hiperglicemia, polifagia, polidipsia glicosúria. No rato, é sabido que o diabetes mellitus promove uma diminuição na temperatura corporal, na atividade média dos animais e na síntese da melatonina. Dados mostram que o tratamento com insulina consegue reverter o efeito sobre a temperatura corporal média e sobre a síntese de melatonina, mas não sobre a média diária da atividade. No entanto, ainda não é conhecido o efeito do diabetes sobre o perfil circadiano da temperatura corporal nem sobre o ritmo de atividade/repouso. Também é desconhecido o possível efeito da insulina e da melatonina nesses parâmetros em ratos diabéticos. Assim, o objetivo deste projeto é estudar a ação do tratamento com insulina e melatonina sobre os sistemas cronobiolôgicos. Para tanto, serão avaliados os ritmos de atividade/repouso e temperatura corporal (sistema Mini-mitter), assim como a glicemia e a concentração plasmática de triglicérides e colesterol em ratos diabéticos (estreptozotocina), diabéticos tratados com insulina (6U/dia) e diabéticos suplementados com melatonina. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
LOBO, Angela Maria Ramos. Alteração dos ritmos diários de temperatura e atividade motora provocada pelo diabetes induzido por estreptozotocina em ratos wistar.. 2013. Dissertação de Mestrado - Universidade de São Paulo (USP). Instituto de Ciências Biomédicas São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.