Busca avançada
Ano de início
Entree

Teorias quânticas de campo com supersimetria deformada

Processo: 11/15408-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2012
Vigência (Término): 31 de agosto de 2013
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Física - Física das Partículas Elementares e Campos
Pesquisador responsável:Alysson Fábio Ferrari
Beneficiário:Carlos Andrés Palechor Ipia
Instituição-sede: Centro de Ciências Naturais e Humanas (CCNH). Universidade Federal do ABC (UFABC). Ministério da Educação (Brasil). Santo André , SP, Brasil
Assunto(s):Supersimetria

Resumo

A não-comutatividade do espaço-tempo tem sido proposta como uma tentativa de incorporar na mecânica quântica e na teoria quântica de campos algumas propriedades que devem ser parte integrante de uma teoria quântica da gravitação consistente. Um aspecto não-trivial deste tipo de proposta é o destino das simetrias do espaço-tempo neste contexto. Algumas das versões mais populares para espaços não-comutativos violam explicitamente a invariância de Lorentz. Uma proposta para implementar a não-comutatividade no espaço-tempo preservando, de alguma forma, a noção de invariância relativística envolve o uso de álgebras de Hopf como "deformações" da álgebra de Poincaré. Este projeto envolve em particular a chamada "simetria de Lorentz torcida", uma deformação suave da simetria relativística e que pode ser generalizada para a simetria do superespaço -- a supersimetria. Já apareceram na literatura formulações da supersimetria torcida no contexto clássico. Pretendemos estudar a implementação do formalismo de superdiagramas para o cálculo de correções radiativas em tais teorias.