Busca avançada
Ano de início
Entree

Continuidades e mudanças na promoção do interesses nacionais americanos no pós-Guerra Fria

Processo: 11/15468-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2012
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2013
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Ciência Política - Política Internacional
Pesquisador responsável:Marco Antonio Villa
Beneficiário:Flávio Contrera
Instituição-sede: Centro de Educação e Ciências Humanas (CECH). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Relações internacionais   Segurança nacional   Estados Unidos   Guerra Fria

Resumo

A bibliografia tem apontado que o fim da Guerra Fria trouxe sérias implicações para a definição do interesse nacional americano (HUNTINGTON, 1997a; NYE, 1999; RICE, 2000; NUECHTERLEIN, 2001). Em um contexto marcado pela inexistência de ameaças vitais, os Estados Unidos estariam promovendo interesses nacionais menos associados à sua agenda de segurança e, por outro lado, mais vinculados a temas comerciais e econômicos e questões étnicas e humanitárias. Sendo assim, o objetivo principal deste trabalho é avaliar se a inexistência de uma ameaça vital à segurança dos Estados Unidos no período Pós-Guerra Fria teria levado a uma redefinição da agenda de "interesses nacionais" pelo governo estadunidense, tendo como parâmetro de medida o quadro de interesses nacionais presente nas Estratégias de Segurança Nacional dos governos Reagan, Bush e Clinton.